Estudante baleada em massacre de Realengo recebe alta

Thayane Tavares, de 13 anos, era a única sobrevivente ainda internada. Ela não recuperou o movimento das pernas

iG Rio de Janeiro |

Pablo Jacob/Agência O Globo
Thayane Tavares, de 13 anos, deixou hoje o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia
Única sobrevivente do massacre da Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro, que ainda estava internada, a estudante Thayane Tavares, de 13 anos, recebeu alta nesta terça-feira (14) do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into). Baleada na coluna, ela ainda não conseguiu recuperar o movimento nas pernas.

No dia 7 de abril, um ex-aluno Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos, entrou na escola e atirou contra vários alunos. Doze morreram e 12 ficaram feridos. Após matar os adolescentes, Wellington se matou com um tiro na cabeça.

Segundo a assessoria de imprensa do Into, Thayane foi submetida a uma cirurgia no Hospital de Saracuruna, na Baixada Fluminense, para a retirada de uma bala na coluna. No último dia 2, ela foi transferida para o Into.

De acordo com o Instituto, ainda cedo saber se Thayane voltará a andar. A adolescente terá que passar por um tratamento de reabilitação.

Após ser liberada, Thayane será acompanhada pela equipe da unidade de atendimento domiciliar do Into por tempo indeterminado. Vai receber tratamento multidisciplinar de reabilitação para sua independência funcional e suporte psicoterapêutico com fisioterapia, terapia ocupacional, psicologia e enfermagem.

    Leia tudo sobre: massacre Realengoestudante liberada

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG