Estado de menino que recebeu novo coração ainda é crítico

Patrick Hora Alves foi o primeiro a receber um coração artificial enquanto esperava doador

AE |

selo

O menino Patrick Hora Alves, de 10 anos, que passou por um transplante de coração na última sexta-feira, dia 15, continua internado no Instituto Nacional de Cardiologia (INC) no Rio de Janeiro. Segundo o boletim médico divulgado nesta sexta, Patrick tem respondido bem ao tratamento, mas sua recuperação ainda está em um período crítico.

AE
Pais mostram a foto de Patrick que, após mais de 20 dias com coração artificial, encontrou doador
Na quarta-feira os médicos retiraram o suporte cardíaco e o menino reagiu bem. O coração dele já funciona sem a ajuda de aparelhos. Patrick ainda precisa de suporte para as funções respiratórias e renais. O menino continua sedado.

Patrick foi a primeira criança a receber um coração artificial no Brasil, antes de passar pela cirurgia para receber o transplante do órgão. O procedimento foi realizado no INC, onde no fim de março, os médicos instalaram o órgão artificial.

Durante um ano e oito meses, Patrick foi tratado com medicamentos. Em março, passava por exames para ingressar no cadastro nacional de transplantes quando foram descobertos dois coágulos no coração. Após a operação para retirar o coágulo, os médicos decidiram ligar o equipamento. Desde então, ele estava como paciente prioritário na lista de transplantes.

    Leia tudo sobre: patrickcoraçãoartificialdoadorboletim médico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG