Erro em projeto provocou derramamento de esgoto em Niterói

Investigação feita por concessionária identificou falha no plano de ampliação de estação de tratamento

iG Rio de Janeiro |

AE
Acidente aconteceu no domingo e oito pessoas ficaram feridas
Um erro no projeto de ampliação da estação de tratamento foi o responsável pelo derramamento de esgoto que deixou oito feridos no último domingo (17), em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro, segundo a concessionária Águas de Niterói.

Na ocasião, houve rompimento da parede da Estação de Tratamento Toque-Toque da concessionária. Com isso, cerca de 6 milhões de litros de esgoto vazaram e arrastaram carros, além de invadir casas e lojas. A Águas de Niterói descartou a ocorrência de problemas de operação ou construção.

A concessionária chegou a esta conclusão após realizar investigações em parceria com um engenheiro civil da Universidade Federal Fluminense (UFF).

De acordo com a investigação, o projeto previu, localizadamente, uma quantidade insuficiente de ferro (armadura) no contato entre a laje de fundação do tanque e a parede lateral vertical, o que acabou provocando o acidente.

Segundo a empresa, o prazo para a elaboração de um novo projeto e a reconstrução da parte danificada da ampliação da estação está estimado em quatro meses. A concessionária reafirma que não houve interrupção no tratamento de esgoto, e a estação continua em operação.

Multa

Por causa do acidente, a Águas de Niterói foi multada hoje pelo Instituto Estadual do Ambiente do Rio de Janeiro (Inea) em R$ 110 mil.

A fixação do valor da multa levou em conta que a concessionária está em dia com o licenciamento ambiental, que é feito pela Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Niterói, além de promover projetos socioambientais no município.

.

    Leia tudo sobre: derramamento esgotoNiterói

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG