Enterrado PM que morreu durante treinamento do Bope

Outros três policiais, que passaram mal durante mesmo treinamento, já receberam alta

iG Rio de Janeiro |

Foi enterrado, na manhã desta quarta-feira (10), o corpo do policial militar Eduardo Marcello Medeiros dos Santos, de 28 anos. O PM morreu na madrugada da última terça-feira, após passar mal durante o primeiro dia do curso de Ações Táticas do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).

Ele chegou a ser socorrido para o Hospital Geral da Polícia Militar, mas acabou morrendo, após apresentar um quadro de desidratação que evoluiu para insuficiência renal e crises covulsivas.

Outros três policiais, que também participavam do curso, apresentaram o mesmo quadro de desidratação e também foram socorridos. No entanto, não tiveram complicações e foram liberados pelos médicos. 

O PM participava, junto com outros 49 PMs, do primeiro dia do curso oferecido pelo Bope para cabos e soldados. Após uma aula teórica foram realizados exercícios que consistiam em saltar obstáculos, rastejar e subir muros.

De acordo com a PM, o próprio Bope irá averiguar as cirscunstâncias da morte.

Os treinamentos do Bope ficaram famosos pelo filme "Tropa de Elite" (2007), do diretor José Padilha. Parte do longa-metragem mostra o esforço físico e mental a que os candidatos são submetidos.

    Leia tudo sobre: Bopetreinamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG