Empresário sofre sequestro-relâmpago e fica três horas como refém no Rio

Ele foi raptado em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Bandidos fizeram compras no shopping com o cartão de crédito da vítima

iG Rio de Janeiro |

Um empresário do ramo de transportes sofreu um sequestro-relâmpago e ficou cerca de três horas em poder de bandidos entre o final da manhã e o início da tarde desta quinta-feira (5) na Baixada Fluminense. Nesse período, os criminosos fizeram compras em um shopping com seus cartões de crédito e saques bancários.

Segundo a PM, a vítima, identificada como Amauri Ribeiro Mendes, de 47 anos, foi abordada no bairro Jardim Primavera, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, por quatro suspeitos por volta das 11h. Ele foi colocado em um Gol preto, que percorreu vários bairros da Baixada.

Por volta das 14h30, PMs desconfiaram do veículo quando ele passava pela avenida Automóvel Clube, em São João de Meriti. Houve a abordagem e os bandidos acabaram presos. Eles estavam com duas pistolas e um revólver. Segundo os policiais, os criminosos teriam gasto pelo menos R$ 2 mil.

Os bandidos, segundo os PMs, seriam dos morros do Gonçalves e do Amor, em São João de Meriti.

Foi o segundo caso de sequestro-relâmpago registrado na Baixada Fluminense desde ontem. Na última quarta-feira (4), um casal foi raptado no bairro da Chácara, em Duque de Caxias, e ficou pouco mais de uma hora em poder dos bandidos.

As vítimas só foram liberadas no bairro da Vila da Penha, na zona norte da capital. Os criminosos abandonaram o carro, um Vectra, e fugiram.

    Leia tudo sobre: sequestro-relâmpagoRioempresáriorefém

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG