Em feriado ensolarado, turistas lotam Pão de Açúcar e Corcovado

Foi preciso paciência para enfrentar filas de mais de duas horas nas atrações cariocas

Raphael Gomide, iG Rio de Janeiro |

George Magaraia
Fila na entrada da estação do bondinho, na Urca
O Pão de Açúcar cogita ter batido seu recorde histórico de 10 mil visitantes neste ensolarado sábado de Aleluia. As filas para comprar bilhetes do bondinho nesta manhã chegaram a centenas de metros - e a espera durava até duas horas. No Corcovado, às 15h30, só era possível adquirir assento no trenzinho das 19h20.

Às 14h20, próximo ao relógio de rua à sombra que marcava 31º, a diretora-geral do ponto turístico, Maria Ercília Leite de Castro, disse esperar que hoje seja o dia do recorde dos quase 100 anos de existência do bondinho do Pão de Açúcar – o complexo foi fundado em outubro de 1912. Mais de 5 mil já tinham passado por lá, e os passeios vão até as 20h.

“Está impressionante, acima do Carnaval. Abrimos mais cedo porque a partir das 7h30 já havia muita gente na fila”, disse Ercília. Para ela, o movimento que qualificou de “atípico” se deve ao fato de que “o Rio está em alta”. “Desde o anúncio das Olimpíadas aumentou o movimento, consolidado com a ação no Complexo do Alemão e mais ainda com o filme (animação) ‘Rio’”, opinou a diretora-geral do Pão de Açúcar.

A concessionária do local já estuda comprar mais bondinhos para atender à nova demanda.
A família japonesa Tsumori mora em Campinas (SP) e aproveitou o feriado para conhecer o ponto turístico. Ficaram na fila o mesmo tempo que no alto dos morros, uma hora. “Isso porque mandei minha mulher e minha filha para a fila cedo”, disse o guia Yasuo Tsuboi, também japonês mas que vive na cidade. “Valeu a pena, a vista é linda”, afirmou Haruka, 15 anos.

Os pernambucanos Felipe Bittencourt e Bárbara Borges, ambos de 24 anos, estão impressionados com a lotação dos pontos turísticos no Rio. “Está tudo entupido, é muita gente, mas compensa”, contou Felipe. O casal já tinha tentado visitar o Pão de Açúcar na quinta-feira, mas desistiu por causa do tamanho da fila. “Como já vamos amanhã, resolvemos ir mesmo assim”, disse Bárbara.

Espera de horas no Corcovado

No Corcovado, a dinâmica é outra. Como os passeios de trem até o Cristo são com horário marcado e de 20 em 20 minutos, a lotação máxima em um dia fica em torno de 3,5 mil passageiros, número atingido neste sábado. “Às 13h, só se comprava para as 18h. Assim, os visitantes vão fazer outro passeio pela cidade e retornam mais tarde, no horário marcado”, afirmou Ricardo Pina, relações-públicas do trem do Corcovado.

Nem todos. A franco-portuguesa Cristina Pereira, estudante de Direito, desistiu esta tarde, ao ver que só poderia embarcar três horas depois. “Volto amanhã.”

    Leia tudo sobre: Pão de Açúcarrecorde10.000visitantesbaterhoje

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG