Elias Maluco e Marcinho VP chegam ao presídio de Rondônia

Os dois foram transferidos de Catanduvas (PR) junto com outros 11 detentos e são acusados de ordenar ataques no Rio

Severino Motta, iG Brasília |

Os traficantes Márcio dos Santos Nepomuceno, o Marcinho VP, e Elias Pereira da Silva, o Elias Maluco, já estão no presídio federal em Porto Velho (RO). Os dois foram transferidos juntos com outros 11 detentos da penitenciária de Catanduvas (PR) e são suspeitos de ordenar os ataques no Rio de Janeiro que tiveram início no último domingo.

De acordo com o Diretor-Geral do Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN) do Ministério da Justiça, Sandro Torres Avelar, entre o grupo de 13 detentos também estão Marco Antônio Pereira Firmino, o My Thor; Isaías Costa Rodrigues, o Isaías do Borel.

VP e Isaías são os dois detentos que iriam receber cartas apreendidas pela polícia com críticas feitas à instalação das Unidades de Policia Pacificadora (UPP’s), que desencadeou na investigação que apura os mandantes dos ataques.

Agência Estado
Elias Maluco, acusado de matar o jornalista Tim Lopes, em 2002, é encaminhado para sala de revista no Aeroporto de Cascavel durante transferência para Rondônia

No novo presídio, os detentos ficarão sob o chamado Regime Disciplinar Diferenciado (RDD) por pelo menos 10 dias. No sistema os presos ficam sem comunicação com os demais detentos, em cela individual e com banhos de sol e redução no número de visitas. São permitidas duas por semana com duração de no máximo duas horas e feitas através do parlatório, sem contato físico.

A intenção do RDD é evitar que presos de grande periculosidade e chefes de quadrilha continuem a comandar ações criminosas de dentro dos presídios.

    Leia tudo sobre: transferênciavpataquesrioelias malucocatanduvas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG