Disque Denúncia: R$ 5 mil por informação sobre miliciano

Fugitivo do Batalhão Especial Prisional, ex-PM Carlos Ari Ribeiro, o “Carlão”, é acusado de 16 homicídios

iG Rio de Janeiro |

Divulgação/ Disque Denúncia
O ex-policial foi denuciado por seis homicídios e ainda é acusado de outros 10
O Disque Denúncia divulgou neste sábado cartaz com a foto do ex-PM Carlos Ari Ribeiro, o “Carlão”, que fugiu do Batalhão Especial Prisional (BEP), em Benfica, na última quinta-feira (1) . Acusado de integra a milícia conhecida como Liga da Justiça, ele foi denunciado pelo Ministério Público por seis homicídios e ainda é acusado de outros 10.

A recompensa por informações que ajudem a polícia a prender o miliciano é de R$ 5 mil. As mensagens podem ser passadas pelo telefone (21) 2253-1177 e o anonimato é garantido.

Segundo a polícia, Carlão é o principal aliado de Ricardo Teixeira, o Batman, um dos chefes do grupo que atua na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro . Ele foi preso em julho de 2010. Na ocasião, a polícia apreendeu até uma lancha com o ex-policial.

Na cadeia, Carlão permanecia no crime. De acordo com as investigações realizadas pela Corregedoria da PM, mesmo preso ele continuava a comandar suas ações criminosas por meio de telefone celular. Ele chegou a ser flagrado pedindo R$ 2.100 para gastar na prisão, onde chegou a ser flagrado com três mulheres em uma cela, em 2010.

Em março, a polícia chegou a rastrear o plano de fuga do ex-PM. Relatório da Polícia Civil chegou a falar em fuga depois que investigadores rastrearam uma conversa que Carão manteve com comparsas a quem teria dito "até o final do ano estava indo embora".

Ainda por meio das investigações, a polícia descobriu que o ex-PM teria a intenção de matar juízes, promotores e delegados de polícia.

    Leia tudo sobre: milicialiga da justiçaex-policialbatman

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG