Dilma se emociona e chora ao falar de tragédia no Rio

Presidenta embargou a voz e pediu um minuto de silêncio em homenagem aos 'brasileirinhos' atingidos no tiroteio

Andréia Sadi, iG Brasília |

A presidenta Dilma Rousseff chorou ao falar sobre o massacre cometido por um homem que invadiu uma escola na zona oeste do Rio na manhã desta quinta-feira e abriu fogo contra crianças e jovens, cometendo suicídio em seguida. Em breve discurso de pouco mais de três minutos, a presidenta mostrou-se muito emocionada . “Proponho um minuto de silêncio para que nós mostremos o nosso... a nossa homenagem a esses brasileirinhos que foram retirados tão cedo da vida", disse.

Roberto Stuckert Filho/PR
Dilma emocionou-se ao falar do massacre
Dilma participava de uma cerimônia em comemoração à marca de 1 milhão de empreendedores inscritos no Programa Microempreendedor Individual. Segundo o porta-voz da Presidência, Rodrigo Baena, Dilma já conversou com o prefeito do Rio Eduardo Paes e o governador Sérgio Cabral sobre o ocorrido e determinou que o ministro da Justiça José Eduardo Cardozo tomasse as devidas providências.

Na manhã desta quinta-feira (7), um homem invadiu a Escola Municipal Tasso da Silveira, no bairro de Realengo, zona oeste do Rio . O homem, identificado como Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos, teria invadido a instituição de ensino por volta das 8h e disparado contra alunos e funcionários.

    Leia tudo sobre: escola municipaltiroteioviolênciadilma rousseff

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG