Desabrigados lotam ginásio em Teresópolis

Número de mortos na Região Serrana do Rio de Janeiro já passa de 300. Ainda há desaparecidos

Agência Brasil |

O Ginásio Esportivo Pedro Jahara se tornou do dia para a noite o lar para mais de 300 pessoas. São famílias que viram suas casas serem levadas ou abaladas pela água que desceu com força da serra, na madrugada de terça-feira e agora não têm para onde ir. Elas sobreviveram ao maior desastre natural da história da cidade.

Deitados lado a lado, casais tentam reorganizar a rotina em meio ao tumulto, fazendo esforço para manter os filhos pequenos por perto. A dona de casa Aline Silva conta que escapou por pouco do deslizamento no bairro Feu, onde morava com três filhos. “Quando a gente escutou o estrondo, mal deu tempo de correr com a roupa do corpo e salvar alguns documentos. O resto a gente perdeu tudo, pois a casa não tem mais como aproveitar, está condenada”, contava Aline, enquanto dava um prato de sopa para o filho de dois anos.

Se por um lado a perda foi total para centenas de famílias, a comunidade de Teresópolis mostrou organização e solidariedade, lotando de doações as arquibancadas do ginásio.

O secretário municipal de Desenvolvimento Social, Rudimar Caberlon, responsável pela operação no local, estimou que o número de desabrigados deve aumentar nas próximas horas, pois ainda há muitos lugares onde as equipes de salvamento sequer conseguiram chegar. Boa parte das estradas foi totalmente comprometida e está coberta por uma espessa camada de lama que torna quase impossível a chegada de veículos.

“Existem alguns lugares onde não conseguimos chegar ainda, então o número de vítimas poderá aumentar. Infelizmente não temos como quantificar exatamente, pois a toda hora estão chegando pessoas. Mas as estimativas apontam para mais de mil desabrigados”, afirmou Caberlon. Ele pediu que a população doe principalmente materiais de higiene pessoal, colchonetes, cobertores, fraldas descartáveis, toalhas e água.

O secretário disse que ainda não existe um cálculo dos prejuízos causados pela enxurrada, o que só deverá estar pronto dentro de alguns dias. A prefeitura de Teresópolis abriu uma conta no Banco do Brasil para receber donativos em dinheiro: agência 0741, conta 110000-9.

    Leia tudo sobre: mortes rio de janeirotragédiadonativosteresópolis

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG