DER-RJ divulga listas de rodovias afetadas pelas chuvas na Região Serrana

Das 13 rodovias atingidas, nove estão interditadas em alguns trechos, três estão em meia pista e apenas uma está com tráfego norma

iG Rio de Janeiro |

Várias rodovias que dão acesso à Região Serrana do Rio de Janeiro continuam com trechos interditados nesta sexta-feira (14). Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ), equipes estão realizando medidas emergenciais para desobstruir as pistas.

Veja abaixo a lista das rodovias afetadas:

- A RJ-162, que liga o município de Rio das Ostras ao municípío de Trajano de Moraes, passando por Casimiro de Abreu e pela região serrana de Macaé, está funcionando apenas meia pista do Km 73 ao Km 74. Um bueiro estourou arrebentando parte do asfalto da estrada.

- A RJ-194, que liga a sede do município de Campos dos Goytacazes até a localidade de Gargaú, município de São Francisco de Itabapoana, está interrompida. O Rio Paraíba do Sul está aproximadamente 10 metros acima do nível e invadiu a rodovia numa distancia de 4 km de Gargaú.

- A RJ-142 (Estrada Serramar), que liga o município de Nova Friburgo ao município de Casimiro de Abreu, encontra-se completamente interditada. Do Km 10 até o Km 4 muitas barreiras caíram e rolamento de pedras tornaram a situação ainda mais complicada. Vinte homens do DER-RJ, bombeiros e a defesa civil estão no local.

- A RJ-130, que liga Teresópolis a Nova Friburgo, ainda está interditada, mas os trabalhos de retirada de barreiras e sinalização dos trechos que sofreram com erosão de pista e acostamento já estão adiantados. Veículos leves estão sendo desviados para outras vias municipais.

- A RJ-150, está interditada no trecho compreendido entre as cidades de Friburgo e Amparo, com quedas de barreiras do km 0 ao km 5,5. O órgão já está atuando na desobstrução da via, aumentando o efetivo na estrada a partir de amanhã.

- A RJ-146 está interditada devido ao encontro das duas pontes que cederam no trecho entre o município de Bom Jardim e o distrito de Barra Alegre.

- A RJ-172, que faz a ligação entre Macuco e Manuel de Moraes, continua interditada no trecho entre o km 5 e km 18, devido ao transbordamento do Rio Grande.

- A RJ-134, que liga o distrito de Posse, em Petrópolis, à localidade de Campanha, em Teresópolis, está interditada desde a entrada do município São José do Vale do Rio Preto até a BR-116 devido a várias quedas de barreiras, além da queda de duas cabeceiras da ponte logo no início da cidade.

- A RJ-176, em São Sebastião do Alto, também está interditada devido ao transbordamento do Rio Grande.

- A RJ-155, que liga Barra Mansa à Angra dos Reis, sofreu com várias quedas de barreiras, mas está com tráfego normal, sendo monitorada em regime de plantão, com equipamentos atuando na estrada para que a via não fique em meia pista ou interditada.

- A RJ-192, que liga São Fidelis à Itaocara, está em meia pista, com uma pequena erosão na cabeceira da ponte, ocasionada pela elevação do Rio Grande, na localidade conhecida como Cambiasca.

- A RJ-163 na altura do km 20, entre Capelinha e Visconde de Mauá, na região do Médio Paraíba, está fechada na subida da serra por motivos de segurança enquanto não for descartado o risco de rolamento de pedras, que permanece enquanto as chuvas não cessarem. As vias alternativas à RJ-163 são as RJ-151 e RJ-161.

- A RJ-116 está funcionando apenas meia pista sob o esquema de “pare e siga” no km 74 e 75. O DER-RJ informa ainda que continua fiscalizando o reparo da ponte localizada na RJ-116, na entrada do município de Bom Jardim, no trecho que está sob administração da concessionária. Nesse trecho já existe tráfego para veículos leves.

    Leia tudo sobre: chuvasrio de janeiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG