Depoimento de PMs que liberaram motorista é adiado

Sargento e cabo estão presos em uma Unidade Prisional da Polícia Militar

Bruna Fantti e Daniel Gonçalves, especial para o iG |

O cabo Marcelo Bigon e o sargento Marcelo Leal não prestaram depoimento nesta quarta-feira na 15ª DP (Gávea). Eles foram transferidos do 23ª BPM( Leblon) para uma Unidade Prisional da Polícia Militar, em Benfica, zona norte do Rio de Janeiro. Inicialmente, os PMs iriam depor às 10h, mas segundo a delegada Bárbara Lomba uma nova data deve ser marcada. Já os dois policiais que fizeram o registro da ocorrência do atropelamento de Rafael Mascarenhas foram até a delegacia para prestar esclarecimentos.

Roberto Bussamra, pai do atropelador Rafael Bussamra, afirmou em depoimento que pagou R$1 mil para os PMs, que teriam pedido inicialmente R$10 mil, para que os militares não apreendessem o veículo do filho.

A promotora Isabella Lucas do Ministério Público (MP) Estadual pediu a prisão dos PMs por crime militar, atendendo à requisição da Corregedoria Interna da corporação. De acordo com o MP, os policiais poderiam pôr em risco a investigação, "principalmente porque os envolvidos recentemente disseram que se sentem intimidados". Também foram levados em consideração os depoimentos do pai do atropelador e de seus dois filhos, Rafael e Guilherme, além das imagens da CET-Rio na saída do Túnel Acústico, na Gávea, onde o filho de Cissa Guimarães foi atingido, e dos dados do GPS da viatura.

O cabo Marcelo Bigon foi solto no fim da tarde desta terça-feira após expirar o prazo de 72 horas da prisão administrativa. A Polícia Militar informou que Bigon e Leal não voltariam para as ruas e fariam trabalhos internos. Contudo, eles continuarão presos após a decisão da Justiça Militar.

Rafael Mascarenhas morreu atropelado na madrugada de terça-feira (20) quando andava de skate no Túnel Acústico. Ele foi atingido na pista sentido Gávea, que estava interditada para manutenção. Ontem foi realizada a missa de sétimo dia da morte de Rafael Mascarenhas na Igreja Nossa Senhora da Paz, em Ipanema.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG