Moradores de 1.600 residências nas zonas sul e norte ouviram as sirenes de alerta que serão acionadas em caso de temporais

Moradores de área risco recebem treinamento neste domingo sobre como agir em caso de chuva forte
Divulgação
Moradores de área risco recebem treinamento neste domingo sobre como agir em caso de chuva forte
A Defesa Civil Municipal do Rio realizou neste domingo (27), o quinto exercício simulado de desocupação em dez comunidades que contam com sistema de alerta e alarme para chuvas fortes. O sistema é acionado caso a Defesa Civil e o Alerta-Rio identifiquem que as chuvas chegaram a níveis críticos nestes locais.

O treinamento foi realizado em comunidades de Copacabana, Laranjeiras, Rio Comprido, Estácio, Tomás Coelho, Vaz Lobo, Pilares e Vila Kosmos.  Mais de 500 pessoas, entre técnicos da Defesa Civil, agentes comunitários e de meio ambiente participaram da ação.

As sirenes foram acionadas às 10 horas e os moradores deixaram suas casas em direção a um dos 26 pontos de apoio pré-definidos pela prefeitura.

De acordo com osubsecretário de Defesa Civil, coronel Marcio Motta,  66 comunidades foram contempladas e tiveram seus moradores treinados antes do início do verão. "A prefeitura alcançou o objetivo inicial e conseguiu instalar as sirenes e treinar as 66 áreas previstas, identificadas como sendo de maior risco. Tivemos uma ótima receptividade e adesão dos moradores. Este trabalho de prevenção pretende diminuir a chance de vítimas em caso de fortes chuvas", explicou.

As 66 comunidades que receberam o Sistema de Alerta e Alarme, cuja implantação começou em janeiro, contam, no total, com 220 pontos de apoio, 116 estações de sirenes, alcançando 16.458 (imóveis) famílias. O Morro do Borel foi o primeiro a receber o serviço.

O sistema foi testado com sucesso durante as fortes chuvas que atingiram a região da Tijuca em abril deste ano, quando 11 comunidades tiveram as sirenes acionadas, e não houve registro de óbitos provocados por deslizamentos.

As áreas beneficiadas foram apontadas por mapeamento elaborado pela Geo-Rio. O sistema utiliza também aparelhos celulares cedidos aos agentes e lideranças pela Prefeitura, que recebem SMS (torpedos) com alertas em caso de ocorrências de chuvas.

Veja a lista dos locais onde foi realizado o simulado:

Jardim do Carmo – Vila Kosmos

Urubu – Pilares

Sapê – Vaz Lobo

Parque Nova Maracá – Tomás Coelho

Santos Rodrigues – Estácio

Unidos Santa Terezinha – Rio Comprido

Santa Alexandrina – Rio Comprido

Paula Ramos – Rio Comprido

Vila Pereira da Silva – Laranjeiras

Morro dos Cabritos - Copacabana

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.