Defesa Civil conclui treinamento de desocupação de áreas de risco

Moradores de 1.600 residências nas zonas sul e norte ouviram as sirenes de alerta que serão acionadas em caso de temporais

iG Rio de Janeiro |

Divulgação
Moradores de área risco recebem treinamento neste domingo sobre como agir em caso de chuva forte
A Defesa Civil Municipal do Rio realizou neste domingo (27), o quinto exercício simulado de desocupação em dez comunidades que contam com sistema de alerta e alarme para chuvas fortes. O sistema é acionado caso a Defesa Civil e o Alerta-Rio identifiquem que as chuvas chegaram a níveis críticos nestes locais.

O treinamento foi realizado em comunidades de Copacabana, Laranjeiras, Rio Comprido, Estácio, Tomás Coelho, Vaz Lobo, Pilares e Vila Kosmos.  Mais de 500 pessoas, entre técnicos da Defesa Civil, agentes comunitários e de meio ambiente participaram da ação.

As sirenes foram acionadas às 10 horas e os moradores deixaram suas casas em direção a um dos 26 pontos de apoio pré-definidos pela prefeitura.

De acordo com osubsecretário de Defesa Civil, coronel Marcio Motta,  66 comunidades foram contempladas e tiveram seus moradores treinados antes do início do verão. "A prefeitura alcançou o objetivo inicial e conseguiu instalar as sirenes e treinar as 66 áreas previstas, identificadas como sendo de maior risco. Tivemos uma ótima receptividade e adesão dos moradores. Este trabalho de prevenção pretende diminuir a chance de vítimas em caso de fortes chuvas", explicou.

As 66 comunidades que receberam o Sistema de Alerta e Alarme, cuja implantação começou em janeiro, contam, no total, com 220 pontos de apoio, 116 estações de sirenes, alcançando 16.458 (imóveis) famílias. O Morro do Borel foi o primeiro a receber o serviço.

O sistema foi testado com sucesso durante as fortes chuvas que atingiram a região da Tijuca em abril deste ano, quando 11 comunidades tiveram as sirenes acionadas, e não houve registro de óbitos provocados por deslizamentos.

As áreas beneficiadas foram apontadas por mapeamento elaborado pela Geo-Rio. O sistema utiliza também aparelhos celulares cedidos aos agentes e lideranças pela Prefeitura, que recebem SMS (torpedos) com alertas em caso de ocorrências de chuvas.

Veja a lista dos locais onde foi realizado o simulado:

Jardim do Carmo – Vila Kosmos

Urubu – Pilares

Sapê – Vaz Lobo

Parque Nova Maracá – Tomás Coelho

Santos Rodrigues – Estácio

Unidos Santa Terezinha – Rio Comprido

Santa Alexandrina – Rio Comprido

Paula Ramos – Rio Comprido

Vila Pereira da Silva – Laranjeiras

Morro dos Cabritos - Copacabana

    Leia tudo sobre: treinamentochuvadefesa civilárea de risco

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG