Coveiro é baleado e PM liberta refém em Angra dos Reis

Policiais arrombam porta de casa e soltam adolescente de 16 anos que foi mantida sob a mira de um revólver por 8h

AE |

Terminou na madrugada desta terçAa-feira o drama de uma adolescente feita refém durante oito horas pelo vizinho, o coveiro Jair Fernandes da Conceição dos Santos, no interior de uma das casas no bairro do Perequê, em Angra dos Reis, litoral sul fluminense.

De acordo com a Polícia Militar, agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) arrombaram a porta da casa e balearam o suspeito, que teria reagido. A jovem, de 16 anos, saiu ilesa.

Segundo a polícia, a adolescente e a namorada dela, de 20 anos, que moram no mesmo bairro, teriam bebido durante boa parte da tarde ao lado de Jair. Por volta das 16h, a namorada da jovem saiu correndo do imóvel para pedir ajuda. A adolescente, sem conseguir se desvencilhar do acusado, foi mantida refém sob a mira de um revólver. O próprio suspeito ligou para a polícia e informou que não iria se entregar.

Policiais militares do 33º Batalhão, de Angra, e do Bope cercaram a casa. Exigindo a presença da imprensa e de parentes, que chegaram a ajudar nas negociações, e negando-se a manter contato telefônico com os PMs, o coveiro foi surpreendido por uma ação rápida dos policiais. Utilizando explosivos, eles arrombaram a porta e atiraram contra Jair.

Ele foi encaminhado para o Hospital de Praia Brava, mas não teve o estado de saúde divulgado pela unidade. Segundo a Polícia Militar (PM), Jair estaria fora de perigo. O caso será registrado na 166ª Delegacia, de Angra.

    Leia tudo sobre: coveirosequestrorefémbope

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG