Corregedoria apura fuga de traficante em carro da polícia

Alexandre da Silva, o Polegar, supostamente fugiu do Complexo do Alemão em um Gol descaracterizado da polícia

AE |

selo

A corregedoria da Polícia Civil está investigando a denúncia de que o traficante Alexandre Mendes da Silva, o Polegar, fugiu do cerco ao Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, escondido em um Gol descaracterizado da polícia. Ele teria fugido em direção à Região dos Lagos.

As denúncias anônimas foram encaminhadas ao Ministério Público Estadual e à corregedoria da Polícia Civil. Segundo o informante, Polegar estaria acompanhado de outro criminoso, identificado como Ninho. Eles teriam sido colocados no porta-malas de um Gol preto, dirigido por dois policiais, na manhã de sexta-feira, 26. Na véspera, havia ocorrido a fuga em massa de traficantes da Vila Cruzeiro em direção ao Alemão.

A corregedoria do MP confirmou que a placa do veículo, citada na denúncia, é de um carro descaracterizado da 126.ª Delegacia de Polícia (Cabo Frio).

Polegar era chefe do tráfico no Morro da Mangueira, na zona norte, mas deixou a favela por desavenças internas na quadrilha. Ele havia se mudado para o Complexo do Alemão, onde vivia numa casa de três andares.

No sábado, 27, a Polícia Civil prendeu a mulher dele, Viviane Sampaio, de 32 anos, acusada de lavagem de dinheiro e associação para o tráfico. Viviane morava com os dois filhos do casal em um condomínio de luxo, na Barra da Tijuca.

    Leia tudo sobre: riotráfico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG