Corpos de militares levados por onda são achados

Rodrigo Bonfim e Renato Tarrat eram alunos do curso de sargentos e tiravam fotos em pedra quando caíram na água, segunda-feira

Raphael Gomide, iG Rio de Janeiro |

Os corpos dos dois militares do Exército que haviam sido arrastados para o mar por uma onda na segunda-feira foram encontrados na manhã de hoje por bombeiros do 2º Grupamento Marítimo (Barra da Tijuca).

Rodrigo Bonfim Pinto, 25 anos, e Renato Tarrat, 19, eram alunos do Curso de Sargento de Armas e foram tragados pelo mar segunda-feira, quando tiravam fotos em cima de uma pedra, no clube Costa Brava, em São Conrado. Eles tinham entrado em uma área com cordão de isolamento justamente pelo risco. Era a comemoração do aniversário de Rodrigo.

Os corpos estavam boiando no mar. O primeiro, que os bombeiros não souberam determinar, foi encontrado às 8h30, a cerca de 200 metros da costa, na direção do clube e do lugar onde caíram. O segundo militar encontrado estava na altura do posto 4, na Barra da Tijuca, informou o capitão da Silva, que comandou uma das guarnições no resgate.

Cerca de 30 bombeiros, um helicóptero, dois botes e uma lancha participavam da busca. Após serem localizados, os corpos foram levados ao 2º GMAR, onde foram reconhecido por parentes e integrantes do Exército.

Ambos se formariam sargentos no fim do ano.

Rodrigo – casado e pai de Thiago, 3 anos – foi o primeiro a ser puxado ao mar pela onda; em seguida, Renato também foi tragado. Um terceiro militar, Paulo José, quase teve o mesmo fim, mas conseguiu se segurar nas pedras e não cair no oceano.

    Leia tudo sobre: corpospedramararrastadosondabombeirosachados

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG