Corpo do menino Juan será enterrado na manhã desta sexta-feira

Polícia Civil anunciou ontem a morte do garoto, que estava desaparecido desde o dia 20 de junho

iG Rio de Janeiro |

Aline Custódio/Agência O Globo
Mãe mostra foto do menino Juan, de 11 anos, que desapareceu após ter sido supostamente baleado em confronto
O corpo do menino Juan de Moraes, de 11 anos, será enterrado às 9h desta sexta-feira (8) no cemitério Jardim da Saudade, em Mesquita, na Baixada Fluminense.

Na última quarta-feira (6), a Polícia Civil confirmou a morte do garoto, que estava desaparecido desde o dia 20 de junho após ter sido supostamente baleado em um confronto entre traficantes e PMs na favela Danon, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O corpo está liberado para a família desde a tarde de ontem.

Segundo a polícia, o corpo encontrado na semana passada no rio Botas, em Belford Roxo, também na baixada, era de Juan. Inicialmente, peritos disseram que o cadáver era de uma menina.

A perita que fez o diagnóstico errado foi afastada das funções e responderá uma sindicância interna. Quatro PMs que participaram do confronto que pode ter resultado na morte de Juan foram afastados do batalhão de Mesquita (20º BPM) e poderão ser expulsos da corporação caso seja comprovado o envolvimento deles. Eles ainda não foram presos.

A polícia ainda não divulgou a análise das manchas de sangue encontradas nas viaturas dos PMs. Amanhã, será feita a reconstituição do caso, na comunidade da Danon.

O caso foi descoberto depois que o irmão de Juan, Wesley, de 14 anos, que foi baleado no confronto, disse ter visto o garoto caído no chão e ferido. Após isso, o menino não foi mais visto.

    Leia tudo sobre: caso juanmortePMs

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG