Chuvas deixam desabrigados no Rio de Janeiro

Moradores de Teresópolis foram levados para escolas após temporal que matou ao menos cinco

iG São Paulo |

Sobe para 994 o número de pessoas desabrigadas por conta das fortes chuvas que atingiram Teresópolis, região serrana do Rio, na noite de sexta-feira (06), de acordo com o boletim da Defesa Civil. As pessoas estão sendo encaminhadas para cinco abrigos organizados pela prefeitura: Escola Municipal Marilia Porto, Ciep Sebastião Mello, Centro Educacional Rose Dalmaso, Creche São Pedro e Associação de Moradores do Vale da Revolta.

A forte chuva na região serrana do Rio de Janeiro já provocou cinco mortes , segundo informou o Corpo de Bombeiros da cidade.

Leia também: "Parecia a tragédia do ano passado", diz moradora

Durante a madrugada, o prefeito de Teresópolis, região serrana do Rio de Janeiro, Arlei Rosa, afirmou que cerca de 500 moradores deixaram suas casas após o temporal. Ele visitou as áreas mais atingidas pela chuva. Quem ainda está desalojado está sendo cadastrado pela prefeitura com objetivo de identificar as vítimas e levantar as necessidades de cada família, como o recebimento de cestas básicas, o abastecimento de água e o pagamento de aluguel social.

Veja: fotos dos alagamentos e das consequências da enxurrada

Márcia Foletto/Agência O Globo
Comerciantes retiram lama e lixo de lojas no centro da cidade
Cinco pessoas morreram em decorrência da chuva que voltou a castigar a região, pouco mais de um ano após a tragédia que deixou cerca de 900 mortos : um casal no Bom Retiro, uma pessoa em Santa Cecília, uma pessoa no bairro Pimentel e um jovem na Quinta Lebrão. Ainda segundo a prefeitura, 15 pessoas ficaram feridas devido aos oito deslizamentos de terra e alagamentos. Os feridos foram encaminhados para o Hospital das Clínicas de Teresópolis.

Os bairros que mais sofreram com o temporal foram Quinta Lebrão, Bom Retiro, Pimentel e Santa Cecília. "A prefeitura está trabalhando para ajudar toda a população. O governador também já informou que vai nos auxiliar no que for preciso", disse Arlei Rosa.

A Defesa Civil de Teresópolis registrou, desde a noite de sexta-feira, cerca de 50 ocorrências, sendo 20 deslizamentos. Segundo a prefeitura, a Defesa Civil trabalha em estado de atenção e mantém equipes nas ruas fazendo o trabalho de avaliação de danos e vistorias.

Barco improvisado resgata moradores ilhados em Teresópolis

Um posto de comando foi montado na sede da Secretaria Municipal de Segurança Pública, na Várzea, com equipes da Defesa Civil e de Segurança Pública, a fim de concentrar informações e determinar as ações de pronto atendimento aos moradores das áreas atingidas.

Equipes da prefeitura trabalham na limpeza do Centro da cidade e dos bairros atingidos pelas chuvas desde as primeiras horas da madrugada deste sábado. O prefeito solicitou ajuda ao Governador Sérgio Cabral, que prometeu enviar 100 homens da Comlurb com máquinas e caminhões para auxiliar na limpeza do município. Além disso, estão disponíveis três carros pipas para a limpeza.

Doação aos abrigos

A prefeitura do Rio solicita doação de água para os moradores desalojas. As doações devem ser entregues no Ginásio Pedrão (Rua Tenente Luiz Meirelles, 211 – Várzea).

Os abrigos ficam nas seguintes localidades: Escola Municipal Marilia Porto (Rua Cecília Meirelles, 517, bairro de Santa Cecília), Ciep Sebastião Mello (Rua Acre, 432 - Rosário), Centro Educacional Rose Dalmaso – Cedal (Rua Palmira Maria de Oliveira, 131, bairro de São Pedro), Creche São Pedro (Rua Luis Noguê Júnior, 771 – São Pedro) e Associação de Moradores do Vale da Revolta.

Tragédia em 2011

Em janeiro de 2011, a região serrana do Rio de Janeiro registrou a maior tragédia climática do País . Uma série de deslizamentos de terra e enchentes mataram mais de 900 pessoas e deixaram quase 400 desaparecidas.

Na época, as cidades mais atingidas foram Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis, Sumidouro, São José do Vale do Rio Preto, Bom Jardim e Areal.

    Leia tudo sobre: riochuvasdesabrigadosteresópolis

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG