Chacina na Baixada Fluminense mata 5 pessoas

Outras dez ficaram feridas. Crime passional seria a motivação, afirma polícia

Daniel Gonçalves, especial para o iG |

As cinco pessoas que morreram em uma chacina da noite de domingo (24) no bairro do Éden, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, por volta das 19h30, teriam sido vítimas de um crime passional, segundo policiais que investigam o caso.

Divulgação
Vinícius Anselmo de Araújo da Luz teria comandado chacina para se vingar de ex-mulher
Na ação, que ocorreu durante uma festa de aniversário, três homens em dois carros passaram atirando e feriram outras dez pessoas.

Os mortos foram identificados como Felipe Consentino, 19, Tiago da Silva Santos, 25, Marcos Otávio Barbosa, 16, Rozilene Nacimento de Oliveira, 37, e Walace Oliveira de Jesus, 16.

Os feridos foram encaminhados para os hospitais da Posse, em Nova Iguaçu, e de Saracuruna, em Duque de Caxias. Três continuam internados, sendo um em estado grave.

De acordo com o titular da 64°DP (São João de Meriti), Marcos Santana, um taxista reconheceu na manhã desta segunda-feira (25) o suposto traficante como o autor dos disparos.

Ele contou que este foi o segundo atentado que sofreu desde que se casou com uma ex-namorada de Da Luz. O taxista mora há três anos com a jovem. Neste período, Da Luz estava preso cumprindo pena por assalto e tráfico de drogas e, de acordo com a polícia, teria afirmado várias vezes que quando fosse solto tentaria matar o taxista.

O motorista de táxi identificou os outros dois homens que atiraram contra as pessoas que estavam na festa através do banco de fotos da delegacia como os traficantes Renato Ramos da Fonseca e Luiz Fernando Nascimento Ferreira. Eles seriam do morro do Chapadão, na zona norte do Rio. 

Na tarde desta segunda-feira, foram enterradosTiago da Silva Santos e Waldemir Oliveira de Jesus (filho da aniversariante). Os outros enterros devem ocorrer nesta terça-feira.

Agência O Globo
Criminosos chegaram atirando em festa no município de São João de Meriti, na Baixada Fluminense

    Leia tudo sobre: chacinaviolênciatiroteio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG