Cerca de mil pessoas doaram sangue neste final de semana

Governo do Estado afirma que número de doadores triplicou desde o ataque a alunos de escola em Realengo

iG Rio de Janeiro |

O Hemorio (Instituto Estadual de Hematologia Arthur Siqueira Cavalcanti) está lotado desde a última quinta-feira (10), dia do ataque a alunos da Escola Tasso da Silveira, em Realengo, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro.Somente neste final de semana, mais de 990 pessoas doaram sangue para ajudar na reposição dos estoques dos hospitais que receberam as crianças feridas, segundo o governo do Estado.

Em média, o instituto recebe cerca de 300 doações diárias. No entanto, após o atentado, o movimento triplicou. Somente na última quinta-feira, 896 pessoas compareceram para doar sangue. Ao todo, mais de 2.800 doadores se voluntariaram desde o massacre e outras 200 coletas estão agendadas. O tempo de espera para a doação chega a 4 horas.

Como doar sangue

O horário de funcionamento do Hemorio, localizado na rua Frei Caneca, 8, no Centro, é das 7 às 18h. Para doar é necessário trazer um documento oficial de identidade com foto, ter entre 18 e 65 anos, pesar mais de 50 quilos e estar bem de saúde. Não é necessário estar em jejum - somente evitar alimentos gordurosos e bebida alcoólica quatro horas antes da doação.

Quem tem piercing ou tatuagem deve esperar o período de 12 meses para realizar a doação de sangue. Homens devem ter doado há mais de 60 dias. Mulheres não podem estar grávidas, amamentando, e devem esperar um espaço de tempo de pelo menos 90 dias entre uma doação e outra.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG