Cerca de 500 famílias se negam a deixar bairro onde dique se rompeu

Moradores têm medo de saques e estão no telhado das casas. Energia poderá ser desligada porque água chega no nível dos medidores

iG Rio de Janeiro |

Domingos Peixoto / Agência O Globo
Mesmo ilhados, moradores se recusam a sair de suas casas, no distrito de Três Vendas
Cerca de 500 famílias se recusam a sair de suas casas na localidade de Três Vendas, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. Na quinta-feira (5), um dique às margens da rodovia BR-356 que represava o rio Muriaé se rompeu e a água tomou conta do distrito. O nível da água já está em cerca de dois metros.

Leia também: Corte de luz em Três Vendas é para forçar saída de moradores, diz secretário

Divulgação
Água já atinge o nível dos medidores e luz poderá ser desligada em Três Vendas
Segundo a Prefeitura de Campos dos Goytacazes, as pessoas que não deixaram as residências permanecem sobre o telhado das casas. Muitas delas têm medo de saques.

De acordo com nota divulgada pela prefeitura, a concessionária responsável pelo fornecimento de energia elétrica, a Ampla, já estuda a possibilidade de cortar a luz .

O subsecretário de Defesa Civil, major Édison Pessanha, explicou que a água já está chegando ao nível dos medidores de energia. “Os técnicos estão avaliando se há risco para a população. Se houver, a energia terá que ser desligada”, alerta.

De acordo com o secretário de Governo, Geraldo Pudim, se o laudo dos técnicos apontar para necessidade de desligar a energia devido ao risco para as famílias, a medida será tomada. “A prioridade é preservação da vida das pessoas”, informou.

A Defesa Civil Municipal, com o apoio do Exército e do Corpo de Bombeiros, está fazendo um trabalho de convencimento para que estas famílias sejam removidas. Campos dos Goytacazes tem cerca de 3.600 desalojados e desabrigados.

    Leia tudo sobre: chuvasestado do rio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG