Telefones foram detectados por aparelho de scanner em cadeia do Rio

Agentes penitenciários acharam dois telefones celulares dentro das solas de sapatos de uma menina de três anos na Cadeia Pública Bandeira Stampa, no complexo prisional de Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (29).

A criança estava com a mãe, que foi visitar o marido. A mulher tem 20 anos e está grávida. Os celulares foram detectados por um aparelho de scanner.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.