Cedae substitui adutora que provocou vazamento no Rio

Abastecimento foi normalizado. Tubulação afetada foi levada para análise em laboratório

iG Rio de Janeiro |

A Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro) informou neste domingo (24) que substituiu no início da madrugada a tubulação que rompeu ontem e causou o vazamento de cerca de 900 mil litros de água no bairro de Tomás Coelho, na zona norte da capital.

O vazamento trouxe prejuízos para os moradores. Com a enxurrada, muitos perderam móveis e eletrodomésticos e passaram parte do dia drenando água e limpando suas residências.

Com a substituição da adutora, abastecimento já se normalizou em Tomás Coelho e em outras localidades afetadas, como Cavalcanti, Irajá, Madureira e Vicente de Carvalho.

A companhia informou ter cadastrado 16 residências onde os moradores amargaram prejuízos com a inundação. Todos serão ressarcidos.

A estatal investiga a hipótese de o rompimento de uma tubulação no bairro de Tomás Coelho, na zona norte, ocorrido ontem, ter sido provocado por escavações de uma obra de construção de um viaduto no bairro.

O rompimento provocou um vazamento de cerca de 900 mil litros de água que invadiu casas e causou prejuízos aos moradores. A tubulação afetada foi levada para análise em um laboratório da companhia. Ainda não há previsão para a divulgação do resultado final.

A empresa pede que os moradores que não possuam nenhuma reserva poupem água nas próximas horas.

                                                     null

    Leia tudo sobre: cedaerompimentoadutoravazamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG