Casal receberá indenização de vizinho que reclamou de barulho durante o sexo

Segundo a Justiça do Rio, réu escreveu no livro do condomínio que casal emitia gritos escandalosos durante as relações sexuais

iG Rio de Janeiro |

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro condenou um homem a pagar uma indenização de R$ 10.200 a um casal por ele ter feito uma reclamação no livro do condomínio onde mora sobre os ruídos emitidos pelos vizinhos durante relações sexuais.

Segundo os autos, Lucas Boher Filho escreveu no livro que o comportamento do casal era aceitável somente em prostíbulos ou motéis de beira de estrada. Segundo ele, os vizinhos passam de gemidos indiscretos a gritos escandalosos.

Para o casal afetado, José Carlos Santos Lauriodo e Rita de Cássia Maccorde Brandão, a indenização por danos morais proposta é em razão de o réu ter tornado pública as suas intimidades através do livro do condomínio, onde especificava de forma ofensiva os ruídos originados de seu apartamento, denegrindo a imagem de ambos perante os demais moradores do prédio.

A decisão foi do desembargador Sergio Jerônimo Abreu de Silveira, da 4ª Câmara Cível do TJ do Rio, que considerou que houve excesso por parte do réu, o que acabou atingindo a honra dos autores e fugindo do limite do razoável.

    Leia tudo sobre: casalindenizaçãobarulhosexo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG