André, cujo sobrenome não foi revelado, prestou depoimento na 15ª Delegacia de Polícia do Rio de Janeiro

André, de 19 anos, deixa delegacia após depoimento
AE
André, de 19 anos, deixa delegacia após depoimento
Após mais de três horas de depoimento, o estudante André (cujo sobrenome não foi revelado), de 19 anos, deixou a 15ª Delegacia de Polícia no bairro da Gávea, zona Sul do Rio de Janeiro, sem dar declarações. Carona no carro que atropelou e matou na madrugada de terça-feira o jovem Rafael Mascarenhas, filho da atriz Ciça Guimarães e do músico Raul Mascarenhas, André afirmou à polícia que não havia "racha" no momento do acidente. A informação foi passada pelo advogado dele, Paulo Márcio Ennes Klein, segundo o qual André também negou que o carro estava em alta velocidade.

No entanto, o carona não soube dizer se o motorista Rafael de Souza Bussamra, de 25 anos, viu os skatistas na pista sentido Barra-Zonal Sul quando eles, de carro, entraram na pista contrária. O atropelamento ocorreu na pista Barra-Zona Sul, depois que o carro com os jovens fez um retorno irregular dentro do túnel. Na saída do túnel, o filho da atriz praticava o esporte. No depoimento André disse que o acidente ocorreu "em uma fração de segundos", mas ele não observou a cena.

"Ele (André) ouviu gritos, mas estava distraído em seu iPod e não sabe precisar se foi o motorista quem gritou para os skatistas ou alguém do Honda Civic", disse o advogado, em referência ao outro carro com jovens amigos que seguia o automóvel de Bussamra. Klein explicou que "os outros dois skatistas pararam de andar e permaneceram do lado direito da pista". "Já Rafael (a vítima) entrou na frente do carro andando de skate", contou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.