Cadete da Academia Militar das Agulhas Negras tem morte cerebral

Ele passou mal após um treinamento no dia 24 de setembro

iG Rio de Janeiro |

Onze dias dias depois de ter se sentido mal após um exercício de terreno na Academia Militar das Agulhas Negras do Exército (Aman), em Resende, no Sul Fluminense, o cadete Renan Mendonça Borges Gama, de 23 anos, aluno do 3º ano do curso de Artilharia, teve morte cerebral diagnosticada na última terça-feira (4), de acordo com nota divulgada pela instituição nesta quarta-feira (5).

O Comando da Aman abriu um procedimento administrativo para apurar o fato.

Após se sentir mal no dia 24 de setembro, Renan foi encaminhado para o Hospital Escolar da Aman e, em seguida, para a UTI de um hospital em Resende.

Nesta unidade, o cadete foi submetido a exames onde ficou constatado um comprometimento dos sistemas hepático e renal, além de focos infecciosos pulmonares.

Na época em que o jovem foi internado, os médicos cogitaram as hipóteses de leptospirose ou febre maculosa (causada pela picada de um carrapato) já que o rapaz apresentou sintomas parecidos para as três doenças como febre, náuseas, vômitos, dores musculares e dores de cabeça.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG