Cabral telefona para Dilma e Lula para agradecer integração

"Ocupação da Rocinha ocorreu graças à união das forças públicas que trabalharam para o bem comum”, afirmou o governador

Bruna Fantti, iG Rio de Janeiro |

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, disse que ligou na manhã deste domingo (13) para a presidenta Dilma Rousseff para agradecer a manutenção do convênio com as Forças Armadas no Complexo do Alemão. De acordo com o governador, a operação na Rocinha e em outras duas comunidades só foi possível devido a prorrogação da presença do Exército no Alemão.

“Há cinco meses nos reunimos em São Paulo, o vice-governador Pezão e o secretário de segurança Beltrame para pedir essa prorrogação. O secretário expôs a necessidade da manutenção no complexo e graças a isso tivemos efetivo estadual para a operação”, afirmou no pátio do 23°BPM (Leblon), onde está montado o centro de operações.

Fabrizia Granatieri
Governador do Rio fala com jornalistas neste domingo
O governador também ligou para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva  para agradecer ao convênio e disse que foi com ele que começou a parceria.

“A ocupação da Rocinha ocorreu graças à união das forças públicas que trabalharam para o bem comum”. Cabral também agradeceu ao prefeito Eduardo Paes e chamou os policiais miltares e civis de heróis.

“A Rocinha estava abandonada. Antigamente não tinha postos de saúde, agora tem dois. Tem o melhor complexo esportivo do Brasil. Os moradores sofriam por falta de espaço. Antes do PAC havia ruas com 1,20m. Agora elas têm 10, 20 metros. E hoje temos paz”, afirmou.

    Leia tudo sobre: RocinhaVidigalOperação choque de paz

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG