Governador também sancionou texto que concede reajuste salarial de 5,58% para a categoria a partir de julho

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, anunciou na noite desta quarta-feira (29) em seu Twitter que sancionou a lei que garante anistia administrativa aos bombeiros que invadiram o Quartel-Central da corporação no início deste mês. O texto foi aprovado ontem pela Assembleia Legislativa (Alerj).

Cabral também sancionou o reajuste de 5,58% para a categoria a partir de julho e a lei que garante o uso do Fundo Especial do Corpo de Bombeiros (Funesbom) para pagar gratificações aos militares.

As medidas tomadas por Cabral ocorreram horas após ele ter concedido uma entrevista à rádio CBN em que reconheceu ter sido um erro ter chamado de "vândalos" os bombeiros que invadiram o quartel.

“O movimento errou em invadir o quartel. Eu errei quando chamei os bombeiros de vândalos, uma categoria querida pela população. Quando os dois lados erram, os dois têm que avaliar. Eu estou fazendo minha ‘mea culpa’”, disse Cabral.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.