Tamanho do texto

Governador também sancionou texto que concede reajuste salarial de 5,58% para a categoria a partir de julho

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, anunciou na noite desta quarta-feira (29) em seu Twitter que sancionou a lei que garante anistia administrativa aos bombeiros que invadiram o Quartel-Central da corporação no início deste mês. O texto foi aprovado ontem pela Assembleia Legislativa (Alerj).

Cabral também sancionou o reajuste de 5,58% para a categoria a partir de julho e a lei que garante o uso do Fundo Especial do Corpo de Bombeiros (Funesbom) para pagar gratificações aos militares.

As medidas tomadas por Cabral ocorreram horas após ele ter concedido uma entrevista à rádio CBN em que reconheceu ter sido um erro ter chamado de "vândalos" os bombeiros que invadiram o quartel.

“O movimento errou em invadir o quartel. Eu errei quando chamei os bombeiros de vândalos, uma categoria querida pela população. Quando os dois lados erram, os dois têm que avaliar. Eu estou fazendo minha ‘mea culpa’”, disse Cabral.