Briga entre Gugu e jogador de futebol vai parar na Justiça

Em 2007, duas crianças morreram na cobertura do condomínio Barra Beach, que Emerson, do Fluminense, comprou de Gugu

AE |

selo

O apresentador Augusto Liberato, o Gugu, e o jogador Emerson, do Fluminense, se enfrentam na Justiça por causa de uma obra em um duto de gás que causou a morte de duas crianças em 2007, na cobertura do condomínio Barra Beach, na orla da Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.

O atleta, que comprou o imóvel do apresentador, ingressou na terça-feira com uma ação contra Gugu pelo reembolso de multas e processos pela obra que tapou a ventilação de gás do prédio, em 2002.

Em agosto de 2007, durante o banho, as crianças Kawai, de 12 anos, e Keilua Baisotti, de 5, morreram intoxicadas. O valor da indenização exigida pelo jogador pode chegar a R$ 3 milhões. "Meu cliente comprou o imóvel à boa-fé e não imaginava que o apartamento apresentasse riscos. Sete perícias comprovaram que o duto foi fechado no período em que Gugu era responsável pelo apartamento", disse o advogado de jogador, Márcio Salabert.

O atleta não chegou a morar no imóvel. A cobertura foi alugada pelo padrasto das meninas, que morava na Itália e passava férias no Rio. os representantes da Promoart, empresa do apresentador, anunciaram que vão acionar judicialmente a Sfera Engenharia - contratada para a reforma -, o condomínio Barra Beach e o jogador de futebol. Segundo a Promoart, o atleta realizou as obras após ter adquirido o imóvel. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: guguemersonfluminensebrigacondomíniointoxicação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG