Bope troca tiros com traficantes durante ocupação de morro no Rio

Operação marca o início da instalação da UPP no Morro do Turano

iG Rio de Janeiro |

Agência Estado
Policiais ocupam morro no Rio para instalar UPP
Cerca de 260 homens do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) ocupam desde a madrugada desta terça-feira o Morro do Turano, no Rio Comprido, zona norte do Rio de Janeiro. A operação marca o início da instalação de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) na comunidade, a 12ª do Estado do Rio.

De acordo com o Bope, os policiais chegaram à favela por volta das 5h. Houve um rápido confronto entre agentes e traficantes, mas ninguém ficou ferido. A ação conta com o apoio de um veículo blindado e de soldados do Batalhão de Choque, do 6º BPM (Tijuca) e do 1º BPM (Estácio).

Até o momento, dois carros roubados foram recuperados. Os veículos estavam abandonados na rua Aureliano Portugal. Não há registro de presos ou de apreensão de drogas.

Segundo a Polícia Militar, a UPP do Morro do Turano deverá contar com mais de 170 agentes. A comunidade está localizada na área conhecida como Grande Tijuca, cuja ocupação total faz parte dos planos da Secretaria Estadual de
Agência Estado
Homens do Bope ocupam o Morro do Turano, na zona norte do Rio de Janeiro
Segurança. Até agora, já foram instaladas UPPs nos Morros do Borel, Formiga e Andaraí. A unidade pacificadora no Morro do Salgueiro, já ocupado, está a caminho. Com a UPP no Turano, a polícia fecha o cinturão de segurança na região.

O Rio já possui UPPs nas favelas do Morro Dona Marta, em Botafogo, do Pavão-Pavãozinho / Cantagalo, entre Ipanema e Copacabana, do Chapéu Mangueira e Babilônia, no Leme, e da Ladeira dos Tabajaras e do Morro dos Cabritos, em Copacabana, todas na zona sul. Na zona oeste, há UPPs nas comunidades do Jardim Batan, em Realengo, e da Cidade de Deus, em Jacarepaguá. No centro da capital fluminense, o Morro da Providência também ganhou uma UPP.

Futuro

Agência Estado
Cerca de 260 policiais militares fazem parte da ação para ocupar o Turano
Considerado como um quartel do tráfico de drogas, o Complexo do Alemão deve receber uma UPP até 2014, ano da Copa do Mundo, segundo projeções do secretário estadual de Segurança, José Mariano Beltrame.

O Complexo da Maré é uma área da cidade que também deverá receber uma ocupação constante da PM. Localizada próxima às linhas Vermelha e Amarela, à Avenida Brasil e ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, a comunidade irá sediar a nova sede do Bope – a partir de julho de 2011.

As incursões nas favelas da Maré, segundo o comandante do Bope, tenente-coronel Paulo Henrique de Moraes, serão graduais. Ele disse que já há um projeto do governo de implantação de UPPs no complexo, que tem 17 comunidades. A presença do Bope na região, segundo o oficial, vai acelerar esse processo.

    Leia tudo sobre: UPPpolícia pacificadorPMBopeMorro do Turano

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG