Bonde estava superlotado, dizem familiares de feridos

Acidente deixou cinco mortos e 57 feridos em Santa Teresa; maioria das vítimas foi encaminhada ao Hospital Souza Aguiar

Anderson Ramos, especial para iG Rio de Janeiro |

Os familiares das vítimas do acidente com um bonde no bairro de Santa Teresa, no Rio de Janeiro, dizem que o veículo estava superlotado, o que poderia ter causado o tombamento, que deixou cinco mortos e 57 feridos, na tarde deste sábado.

De acordo com autoridades locais, o bonde teria capacidade de transportar 32 pessoas sentadas, 12 em pé, mais o estribo. A conclusão inicial das autoridades é de que o veículo transportava um número maior de passageiros.

“Isso é uma vergonha. Esses bondes vivem dando problema e não têm fiscalização”, disse Margareth Figueiredo Silva, 40 anos, prima de uma das vítimas, que está internada no Hospital Souza Aguiar. “Há pouco tempo morreu um turista e agora aconteceu essa tragédia. Onde estão as autoridades do Rio?”, questionou.

Agência O Globo
Bombeiros prestaram socorro às vítimas do acidente com bonde em Santa Teresa, neste sábado

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, dos 57 feridos, 54 deram entrada no Souza Aguiar, no centro da cidade. Duas pessoas foram levadas para o Hospital Federal do Andaraí e uma para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Tijuca, na zona norte.

Por volta das 21h, cinco pessoas estavam no centro cirúrgico do Souza Aguiar, que é o maior centro de emergência da América Latina.

Dos 54 internados no hospital, um foi transferido para o Salgado Filho, no Méier, cinco para o Miguel Couto, no Leblon, seis para o Andaraí e 42 permanecem no Souza Aguiar.

A Secretaria de Saúde não soube informar se houve reforços de médicos e enfermeiros no Souza Aguiar.

    Leia tudo sobre: acidentebondeSanta Teresaferidos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG