Militares ocupam as escadarias da Alerj. Eles pedem piso salarial de R$ 2 mil e um aumento no auxílio-transporte

Bombeiros prometeram pernoitar nas escadarias da Alerj
André Teixeira/Agência O Globo
Bombeiros prometeram pernoitar nas escadarias da Alerj
Cerca de 200 bombeiros fazem uma manifestação desde às 16h desta terça-feira (30) na escadaria da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), no centro da capital.

No protesto, os militares reclamam que o auxílio-transporte recentemente concedido à categoria não cobre os gastos com os deslocamentos e alegam que a gratificação de R$ 350 é baixa.

Os militares estão reinvidicando um piso salarial de R$ 2 mil, fim das gratificações e um auxílio-transporte que atenda as necessidades da classe. Pediram ainda anistia criminal aos 429 colegas que invadiram o Quartel-Central da corporação em junho.

Os bombeiros pretendem pernoitar no local.

Em outra manifestação no bairro, professores e servidores municipais ocuparam as escadarias da Câmara dos Vereadores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.