Bombeiros presos em Niterói devem ser soltos no fim da tarde

Um dos líderes do movimento da categoria, capitão Lauro Rotto afirmou que a expectativa é que militares sejam soltos às 17h

Flávia Salme, iG Rio de Janeiro |

O capitão do Corpo de Bombeiros, Lauro Rotto, um dos líderes do movimento da categoria por melhores salários, disse na tarde desta sexta-feira (10) que os militares presos no quartel de Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro, devem deixar o lugar no fim desta tarde.

A Justiça concedeu hoje habeas corpus para os 439 bombeiros acusados de invadir o Quartel-Central da corporação na sexta-feira passada (3).

"Numa previsão otimista, eles devem ser soltos por volta das 17h", disse Rotto

Segundo ele, os bombeiros pretendem seguir em direção à sede da Assembleia Legislativa (Alerj) para agradecer o apoio recebido da população mas as negociações com o governo, de acordo com o oficial, só depois que todos os presos receberem a anistia.

"Esperamos retomar as conversas na semana que vem mas só haverá negociação após a anistia", afirmou

Ainda de acordo com Rotto, os bombeiros estão sendo submetidos a uma inspeção de saúde e aguardam apenas o alvará de soltura para deixar o quartel.

    Leia tudo sobre: bombeirosprisãoRio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG