Não há previsão de término para os trabalhos de buscas. Agentes afirmaram que chuva fraca pode ajudar a estabilizar o terreno

Homens da Defesa Civil trabalham sem parar
Anderson Dezan/iG
Homens da Defesa Civil trabalham sem parar
De acordo com os bombeiros que continuam os trabalhos de buscas aos desaparecidos nos escombros dos edifícios que desabaram na noite de quarta-feira (25), no centro do Rio, cerca de 80% do local já foi vasculhado. Os agentes se concentram, agora, em uma montanha de entulho que ficou ao lado de um prédio vizinho que não desabou. 

No entanto não há previsão de término para a operação. Ainda segundo os agentes há muitas pedras soltas em meio ao entulho e por isso as buscas estão sendo conduzidas da maneira mais cuidadosa possível, com o auxílio de cães farejadores.

A previsão do tempo para a essa sexta-feira (27) no Rio de Janeiro é de chuva. Segundos bombeiros, se ela for fraca ajudará os trabalhos pois pode ajudar na visibilidade, pois diminuiria a poeira e os focos de incêndio, além de estabilizar o terreno.

Uma chuva forte, no entanto, atrapalharia a operação. Isso porque, de acordo com os agentes, o excesso de água causaria peso e deixaria a estrutura de entulhos instável, gerando riscos.

Nessa madrugada o sexto corpo foi encontrado entre os escombros. Ele é de uma mulher e foi encontrado por volta das 3h, enquanto o anterior, também de uma mulher, foi retirado às 23h. O número de desaparecidos oficiais é de 17 pessoas. Outras seis pessoas ficaram feridas, sem gravidade. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.