Bebê tem perna amputada devido a queimadura durante cirurgia

Recém-nascida teve perna amputada após queimadura com bisturi durante cirurgia de hidrocefalia; CRM apura o caso

iG Rio de Janeiro |

Uma bebê de 16 dias teve a perna direita amputada na última segunda-feira (7) após ter sofrido uma queimadura com um bisturi elétrico durante uma cirurgia no Instituto Fernandes Figueira (IFF), no Flamengo, unidade que pertence ao Ministério da Saúde.

Kamyle Vitória do Nascimento estava sendo operada para a implantação de uma válvula de drenagem para amenizar os efeitos da hidrocefalia - acúmulo de líquido no cérebro. A doença havia sido diagnosticada quando sua mãe estava no 4° mês de gestação.

Durante o procedimento,.uma placa do bisturi elétrico foi apoiada sobre a perna da criança e lhe causou uma grave queimadura. A lesão comprometeu a circulação sanguínea do membro, que teve de ser amputado.

A assessoria do hospital, que é especializado no atendimento neonatal e pediátrico de média e alta complexidade, afirmou que o IFF irá apurar as causas do acidente e que Kamyle apresenta boa evolução e estado de saúde estável.

Uma sindicência será aberta pelo Conselho Regional de Medicina (CRM) para investigar as causas do ocorrido. O caso foi registrado como lesão corporal na 9ª DP(Catete), após queixa da família.

    Leia tudo sobre: bebêCRMlesão corporal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG