Bandidos invadem outra escola no Rio, fazem refém, mas se rendem

Dois homens que teriam realizado assalto em Bangu invadiram a Escola Astrogildo Ferreira. Professora ficou em estado de choque

Luísa Girão e Priscilla Bessa, iG Rio de Janeiro |

Um dia após o massacre em uma escola de Realengo que aterrorizou o Rio, dois homens invadiram a Escola Municipal Astrogildo Pereira, em Bangu, na Zona Oeste do Rio, e fizeram uma aluna refém, de acordo com a Polícia Militar. Policiais do 14°BPM (Bangu) perseguiam os dois homens que teriam realizado um assalto em um comércio próximo à escola. Na fuga, os dois que não estavam armados, pularam o muro da unidade de ensino e invadiram uma sala de aula. Uma aluna chegou a ser feita refém, mas foi liberada logo em seguida após negociação com os policiais.

Os dois homens se renderam e ninguém ficou ferido. Uma professora, Amanda Neves, de 32 anos, foi levada em estado de choque para o Hospital Albert Schweitzer. Ela chegou por volta das 11h15 e colocada em uma maca. Cerca de meia-hora depois, seu pai, Arnaldo Lobo, ex-coronel aposentado da PM, foi buscá-la no hospital e contou como foi.

“Ela ligou chorando, falando que tinha um bandido dentro da escola, e fui para lá. Eram dois, mas a polícia pegou ambos”, disse.

    Leia tudo sobre: Escolainvasãobandidosrefém

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG