Bandidos comuns se aproveitam do pânico da população para agir

Série de ataques pode ter se iniciado por ordem de facções, mas criminosos comuns ajudam a aumentar sensação de violência

Fábio Grellet, especial para o iG |

A maioria dos ataques criminosos praticados no Rio de Janeiro desde domingo pode ter sido ordenada por facções, mas quadrilhas sem qualquer ligação com essas organizações também estão se aproveitando do momento de pânico da população para praticar crimes, afirma a socióloga Julita Lemgruber.

“Acredito que esses ataques são uma represália à instalação das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora), mas provavelmente nem todos foram planejados por facções”, diz a socióloga. “Bandidos comuns se aproveitam da situação, mas suas ações acabam sendo atribuídas às facções, e isso aumenta a sensação de pânico da população”, afirma.

Segundo Julita, todas as ações, inclusive as isoladas, acabam sendo contabilizadas em conjunto, o que amplia o temor dos moradores.

“Não dá para colocar um policial em cada esquina, mas as equipes de inteligência da polícia precisam ter condição de prever determinadas ações. Para evitar que essa situação se repita, é preciso prevenção e prisão dos responsáveis”, diz Julita.

Para a antropóloga Alba Zaluar, os ataques indicam mudança de comportamento dos criminosos. “Nunca houve uma seqüência como essa. A polícia precisa se adequar a essa novidade”, diz.

Ela afirma que os ataques não levarão as classes média e alta a deixar de apoiar o projeto das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora). Segundo esse pensamento, esse público preferiria os criminosos agindo no morro, como era comum antes das UPPs, do que no asfalto. “Mesmo as pessoas mais ricas ganharam com as UPPs, porque o valor dos imóveis próximos a morros antes ocupados por bandidos teve uma supervalorização”, diz.

Tem mais informações sobre os ataques no Rio? Envie fotos, vídeos e relatos para o Minha Notícia

    Leia tudo sobre: arrastãocarrosviolência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG