Ativista do movimento negro, Abdias Nascimento morre no Rio aos 97 anos

Ele estava internado no Hospital dos Servidores com problemas cardíacos

iG Rio de Janeiro |

Alaor Filho/Agência Estado
O ativista durante uma entrevista no Rio de Janeiro em 2004
Ativista histórico na luta contra o racismo, Abdias Nascimento, de 97 anos, morreu na noite da última segunda-feira (23), no Rio de Janeiro.

Jornalista, ex-deputado federal e ex-senador, Abdias estava internado no Hospital dos Servidores, no centro, vítima de problemas cardíacos.

Nascido em 1914, em Franca (SP), Abdias Nascimento começou cedo sua luta pela igualdade racial. Em 1936, ele foi preso por protestar contra a exigência de entrar numa boate da capital paulista pela porta dos fundos por ser negro.

Em 1944, já vivendo no Rio de Janeiro, ele fundou o Teatro Experimental do Negro. Marco na luta pela cidadania do artista negro, o grupo contribuiu para a formação profissional de dezenas de atores.

Durante o período da ditadura militar, ativista sofreu pressões e se exilou por 13 anos nos Estados Unidos. De volta ao Brasil, Abdias Nascimento ingressou na vida política, tendo sido deputado federal, nos anos 80, e senador, de 1997 a 1999.

A presidenta Dilma Rousseff divulgou nota lamentando a morte do ativista.

"O Brasil perdeu hoje um dos seus maiores líderes no combate à discriminação racial. O escritor, jornalista e parlamentar Abdias Nascimento foi, ao longo de toda a vida, um influente defensor dos direitos dos afrodescendentes e promotor da causa da igualdade racial. Sua atuação incansável contribuiu para a definição de importantes marcos institucionais na luta contra o racismo no Brasil e para a consolidação de políticas públicas voltadas para a promoção da igualdade. Ao lamentar sua perda, transmito à família de Abdias Nascimento meu sentimento de sincera solidariedade. Estou segura de que seu legado continuará a inspirar a todos nós, brasileiros, a perseverar no caminho da igualdade e da justiça", diz a nota.

    Leia tudo sobre: abdias nascimentomovimento negro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG