Arquidiocese ainda não concluiu investigação de 2009 sobre gestão de ecônomo

Padre Edvino Steckel foi afastado em junho do ano passado por suposto uso irregular de dinheiro da instituição

iG Rio de Janeiro |

A Arquidiocese do Rio de Janeiro ainda não concluiu a investigação que avalia o suposto uso irregular de dinheiro pelo padre Edvino Alexandre Steckel, ecônomo da instituição entre fevereiro de 2008 e junho de 2009.

O padre fora afastado do cargo que ocupava após uma denúncia da compra de um apartamento no valor de R$ 2,2 milhões na praia do Flamengo, zona sul do Rio, que seria usado pelo ex-arcebispo dom Eusébio Oscar Scheid.

De acordo com as regras da Igreja Católica, o padre poderá ser julgado pelo código penal canônico por um Tribunal Eclesiástico da Arquidiocese. No entanto a decisão de sua submissão ao Tribunal cabe ao atual arcebispo, dom Orani Tempesta. A investigação não tem data limite para ser concluída.

Por enquanto, segundo a assessoria da Arquidiocese, Steckel continua "cumprindo as suas funções como sacerdote".

Na época do seu afastamento foi realizado um levantamento dos gastos feitos durante a sua gestão. A auditoria foi conduzida pelo seu sucessor, o monsenhor Abílio Ferreira da Nova - detido neste domingo (5), no Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim , no Rio de Janeiro, ao tentar sair do País com cerca de 53 mil euros não declarados.

O novo ecônomo constatou que, durante o período em que Steckel esteve na função de administrar o dinheiro doado por fiéis e por indenizações judiciais, além da compra do apartamento, parte do dinheiro foi gasto na reforma da sala da recepção da Arquidiocese.

Além da reforma da sala em si, foram comprados móveis de grife (como um sofá avaliado em torno de R$20 mil e duas poltronas no valor de R$ 6 mil), e em um isolamento acústico, estimado em R$ 5 mil para a sala.

Também foram adquiridos três carros, sendo dois modelos Jettas, importados e avaliados cada um em R$ 60 mil.

    Leia tudo sobre: ecônomoigreja católicaSteckelarquidiocese

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG