Após incendiarem carros, bandidos atiram em cabine da PM no Rio

Na fuga, criminosos abriram fogo contra a unidade perto do cemitério de Irajá, na zona norte. Ninguém ficou ferido

Daniel Gonçalves e Anderson Ramos, iG Rio de Janeiro |

Agência O Globo
O vidro blindado da cabine da PM foi atingido por um tiro de fuzil
O bando armado que assaltou motoristas e incendiou três carros na manhã desta segunda-feira na rua Itapera, próximo do Trevo das Margaridas, abriu fogo contra uma cabine da Polícia Militar, na praça onde fica o cemitério de Irajá, na zona norte do Rio de Janeiro. As informações são da Polícia Civil.

Os criminosos atearam fogo nos automóveis e fugiram pela avenida Meriti. Em seguida, fuzilaram a cabine. Um PM estava no local, mas não ficou ferido. Ele foi encaminhado para a 38ª DP (Irajá) para dar mais esclarecimentos.

O delegado adjunto da 38ª DP (Irajá) Leandro Gontijo afirmou que o setor de investigação da unidade já tem alguns suspeitos de terem assaltado motoristas e incendiado três carros perto do Trevo das Margaridas, que faz a ligação entre a avenida Brasil e a rodovia Presidente Dutra, em Irajá, na zona norte do Rio de Janeiro.

Agência O Globo
A cabine da polícia em frente ao cemitério de Irajá foi atingida por um tiro de fuzil
Segundo Gontijo, as vítimas serão conduzidas até a delegacia para que possam fazer o reconhecimento por foto dos possíveis bandidos. O delegado adjunto disse que a intenção destes bandos é provocar medo nas pessoas. “A principal finalidade nestas ações criminosas é aterrorizar a população”.

Ainda de acordo com o delegado, é pouco provável que os criminosos sejam do Morro do Borel, na Tijuca, na zona norte, pois não é comum que bandidos se identifiquem quando cometem os crimes.

Testemunhas disseram que alguns integrantes do bando disseram que eram do “bonde do Borel”. Pelo menos quatro homens armados com fuzis e pistolas, e usando coletes a prova de balas, promoveram o arrastão no início da manhã.

Agência Estado
Bandidos atearam fogo em três veículos na rua Itapera, perto do Trevo das Margaridas, na zona norte

Reforço no patrulhamento

O comandante do 2º Comando de Policiamento por Área, coronel Costa Filho, determinou reforço no patrulhamento por tempo indeterminado no entorno de sete batalhões que ficam nas regiões onde os crimes estão sendo cometidos para que a polícia tenha maior poder de reação à ação dos bandidos.

Os Batalhões são: 41º BPM (Irajá), 14º BPM (Bangu), 9º BPM (Rocha Miranda), 18º BPM (Jacarepaguá), 40º BPM (Campo Grande), 31º (Recreio), 27º BPM (Santa cruz).

    Leia tudo sobre: arrastãoroubo de carrosviolência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG