Aneel ainda não multou a Light por explosões de bueiros

Empresa se comprometeu a investir R$ 12 milhões em melhorias da rede subterrânea. Hoje à tarde, fumaça saiu de bueiro na zona sul

iG Rio de Janeiro |

Agência Estado
Quatro bueiros explodiram ontem no centro da capital e três pessoas ficaram feridas
Apesar das muitas explosões de bueiros desde o ano passado, a concessionária Light ainda não recebeu uma só multa da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Na tarde desta terça-feira (5), a empresa confirmou ter saído fumaça de um bueiro na rua Barata Ribeiro, em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro. Técnicos da companhia estão no local. Ontem, quatro galerias subterrâneas explodiram no centro da capital e três pessoas ficaram feridas.

Segundo a assessoria de imprensa da Aneel, o que foi feito até o momento em relação à Light foi a assinatura de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) em abril em que a concessionária se comprometeu em investir R$ 12,19 milhões na melhoria de sua rede subterrânea.

De acordo com a Aneel, em novembro do ano passado, a concessionária recebeu uma multa de R$ 9,5 milhões em razão dos sucessivos apagões verificados no período. Entretanto, o valor não chegou a ser pago e a multa foi revertida no TAC para a modernização das galerias subterrâneas.

A Aneel informou que vem acompanhando os problemas com os bueiros mantidos pela Light. Os relatórios de fiscalização das ocorrências não indicaram, até o momento, aplicação de multas.

O órgão explicou, no entanto, que há um processo contra a empresa pelas explosões. Após a sua conclusão, a área técnica fará um relatório de fiscalização levando em consideração todas as ocorrências, o que pode gerar multa de até 2% do faturamento anual da empresa.

A Prefeitura do Rio anunciou que pretende processar a Light pelas sucessivas explosões.



    Leia tudo sobre: Lightexplosões de bueirosAneel

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG