Alvos de operações, Vila Cruzeiro e Jacarezinho são redutos de facção

Favela ocupada pela polícia se tornou espécie de bunker de criminosos que fugiram de áreas dominadas por UPPs instaladas no Rio

iG Rio de Janeiro |

Com operações realizadas hoje na Vila Cruzeiro e no Jacarezinho, a polícia do Rio ocupa os dois principais centros de poder e controle da mais violenta facção criminosa do Rio.

A partir da implantação das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora), a Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha (zona norte do Rio), transformou-se em uma espécie de bunker de traficantes de diferentes favelas de uma facção criminosa. Estima-se que cerca de 400 criminosos estivessem abrigados nessa região. O Jacarezinho é considerado um importante paiol do mesmo grupo criminoso.

A Vila Cruzeiro é alvo da principal operação da Secretaria de Segurança hoje, com ao menos 360 policiais civis e militares e apoio de veículos blindados e 80 homens do Corpo de Fuzileiros Navais, da Marinha.

Em reação à ação policial, criminosos que estavam na Vila Cruzeiro fizeram barricadas, usando até caminhões, e fugiram pelo alto da favela, em direção ao morro do Alemão, como foi mostrado em imagens de helicóptero da TV Globo.

Com 19.511 moradores e 5.593 domicílios, de acordo com o Censo 2000, a Vila Cruzeiro fica na área com o pior IDH (índice de desenvolvimento humano) entre os 126 bairros do município do Rio, 0,711. A expectativa de vida da população na região é de 64,8 anos, e a taxa de analfabetismo é de 14%. O Jacarezinho também está entre os piores índices, na 121ª posição, com 0,731.

Em junho de 2007, uma megaoperação das polícias Civil e Militar, com cerca de 1.200 homens, no complexo resultou na morte de ao menos 19 pessoas em apenas um dia. Foi reação ao assassinato de dois policiais militares, mortos por traficantes daquela localidade. A ocupação durou ao menos seis meses.

Foi na Vila Cruzeiro que o jornalista Tim Lopes, da TV Globo, foi capturado quando fazia reportagem sobre bailes funk. Levado para o alto do morro da Grota, Tim Lopes foi torturado e assassinado. O jogador de futebol Adriano, ex-atacante do Flamengo, foi criado na Vila Cruzeiro.

    Leia tudo sobre: Jacarezinho

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG