Aluno que se passou por médico no RJ é expulso de faculdade

Unigranrio expulsou o estudante de medicina Alex Sandro Souza que atendeu a menina Joanna Carsdoso

AE |

selo

A faculdade Unigranrio, na Baixada Fluminense, decidiu expulsar o estudante de Medicina Alex Sandro da Cunha Souza, acusado de ter atendido e liberado a menina Joanna Cardoso Marcenal Marins, de 5 anos, ainda desacordada, no dia 13 de agosto, no Hospital Rio Mar, na Barra da Tijuca.

De acordo com a assessoria da faculdade, o documento de expulsão deve ser assinado ainda nesta quinta-feira, pelo reitor da Unigranrio, Arody Herdy. O documento confirma a decisão tomada pelo Conselho de Ética da faculdade, formado por três professores e dois acadêmicos, na última terça-feira. Não cabe recurso.

Segundo a faculdade, foram feitas várias tentativas de contato com o estudante, por meio de cartas, telegramas e convocações anunciadas em jornais, mas até o momento sem respostas. O estudante cursava o quarto período de medicina e estava com a matrícula trancada em 2010. Além de um número muito alto de faltas, Alex apresentava nota média inferior a 2 e era totalmente desqualificado para atuar como residente, de acordo com a faculdade.

    Leia tudo sobre: falso médicounigranrio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG