Alerta de possível resgate leva polícia a tirar traficantes de delegacia no Rio

Cúpula de facção presa ontem na Fiocruz foi levada para batalhão da PM e, em seguida, para o complexo de Bangu

iG Rio de Janeiro |

Marcelo Piu/ Agência O Globo
Traficantes da cúpula de facção criminosa foram presos com armas e dinheiro
A possibilidade de resgate dos cinco traficantes que foram presos ontem na imediação da Fundação Oswaldo Cruz, em Manguinhos, na zona norte do Rio de Janeiro, fez com que a polícia transferisse os bandidos da DPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente) para o Batalhão de Choque da PM durante a madrugada desta quinta-feira (11).

A Secretaria de Segurança Pública informou que o seu Serviço de Inteligência detectou um suposto plano da facção criminosa Comando Vermelho (CV) de resgatar os presos na DPCA, que fica no centro, e emitiu um comunicado para as polícias Civil e Militar.

Os bandidos já foram transferidos do BPChoque para o complexo prisional de Bangu, na zona oeste.

A Justiça fluminense determinou a remoção deles para penitenciárias federais fora do Estado. A saída deles do Rio depende da existência de vagas.

Os cinco traficantes presos ontem integram a cúpula do CV. São eles Jorge Alexandre Cândido Maria, o Sombra; Magno Fernando Soeira Tatagiba de Souza, o Magno da Mangueira; Rodrigo Barbosa Marinho, o Rolinha; Marcelo da Silva Soares, o Macarrão; e Renato de Souza Lopes, o Ratinho.

Um funcionário da Fiocruz que ajudava os bandidos a se esconderem na instituição também foram presos.


    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG