Aeroportos fechados no Rio de Janeiro atrasam voos no País

Galeão e Santos Dumont fecharam nesta manhã por causa de um forte nevoeiro que atingiu a cidade

Agência Brasil |

O forte nevoeiro que cobriu a cidade do Rio de Janeiro, desde a madrugada desde sábado, levou caos aos aeroportos da cidade com os dois terminais aeroportuários sendo fechados. O Aeroporto Internacional Galeão Tom Jobim esteve fechado para pouso, inclusive por instrumentos, das 4h30 até às 9h. Para decolagem o terminal funcionou durante todo o tempo, embora por instrumentos, mas ainda assim com restrições.

Os atrasos foram de mais de duas horas segundo a Empresa de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). O tráfego aéreo nacional complicou-se ainda mais na medida em que, segundo a Infraero, há capitais do País onde choveu forte ou apresentou nevoeiros o que prejudicou também as decolagem para a cidade.

O forte nevoeiro afetou também o Aeroporto Santos Dumont, no centro da cidade, principal ligação aeroportuária entre os estados do Rio de Janeiro e de São Paulo. O terminal esteve fechado das 6h até às 8h55 para decolagem e até as 10h para pouso, mesmo que por instrumentos.

Há atrasos também que chegam a mais de duas horas tanto para pouso como para decolagem, na maioria dos casos, situação está que foi agravada ainda mais com as péssimas condições também do Galeão.

Para se ter uma ideia da intensidade do atraso, um voo da Avianca (ex-OceanAir), previsto para decolar para o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, às 7h12, só decolou às 10h31. Um outro vôo da TAM, também para São Paulo, deveria levantar voo às 7h16, mas ainda não decolou.

    Leia tudo sobre: Aeroportos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG