Acusado de matar bebê no Rio é denunciado pelo MP

Crime teria sido cometido porque bebê continuou chorando após receber mamadeira

AE |

selo

O promotor de Justiça Riscalla João Abdenur denunciou um homem, de 19 anos, acusado de matar Vitória Gonçalves da Silva, de nove meses, em uma creche, no Morro do Juramento, zona norte do Rio de Janeiro. O 2º Tribunal do Júri da capital recebeu a denúncia por homicídio triplamente qualificado - motivo fútil, meio cruel e sem dar chance de defesa - com o agravante de a vítima ser menor de 14 anos. Em caso de condenação, a pena pode chegar a até 30 anos de reclusão.

Segundo o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ), o bebê foi morto, no último dia 5 de fevereiro, dentro de uma casa que funcionava como creche, porque continuou chorando após receber a mamadeira com leite. Como não tinha babá e precisava trabalhar, a mãe da menina, Ligia Cristina Gonçalves da Silva, deixou-a com o suspeito, que morava em um quarto na Creche Comunitária Mãe Tolentina Amador.

Pouco tempo depois, Ligia recebeu um telefonema avisando que a filha estava internada. A primeira constatação dos médicos foi a de que Vitória havia sofrido broncoaspiração, já que havia leite no pulmão da criança. No dia seguinte à internação, outros exames revelaram que a bebê também estava com a clavícula quebrada e tinha sinais internos de espancamento em toda a cabeça.

    Leia tudo sobre: violênciaagressãobebêmenor

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG