Menina de 11 anos desaparece após deixar a escola no Rio de Janeiro

Por O Dia | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Além de Yasmin Silva do Nascimento, moradora do Complexo da Maré, Francielly Santos também está sumida desde quarta. Em depoimento, pais dizem que garotas planejavam fugir

O Dia

Duas meninas, uma de 11 anos e outra de idade não revelada, estão desaparecidas desde o início da tarde de quarta-feira. Yasmin Silva do Nascimento, aluna da Escola Municipal Dilermando Cruz, em Ramos, na Zona Norte, e Francielly Santos, foram vistas pela última vez por volta das 12h30 na praça em frente ao colégio, localizado na Avenida Teixeira de Castro. Segundo a Polícia Civil, em depoimento na Delegacia de Descobertas de Paradeiro (DDPA), na Cidade da Polícia, o parente de uma das garotas afirmou que elas vinham planejando fugir.

Yasmin está desaparecida desde a manhã da última quarta-feira, quando deixou sua casa  para ir ao colégio onde estuda
Reprodução/Facebook
Yasmin está desaparecida desde a manhã da última quarta-feira, quando deixou sua casa para ir ao colégio onde estuda

A família de Yasmin, moradora do Parque União, no Complexo da Maré, registrou o caso na manhã desta quinta-feira. De acordo com o vigilante Gelson Martins Filho, de 24 anos, padastro da menina, ela deixou sua residência para assistir a aula normalmente. No entanto, não avisou aos familiares que na quarta-feira a escola não funcionaria porque a unidade foi roubada durante a madrugada. Bandidos levaram diversos aparelhos eletrônicos da unidade escolar.

Após o assalto foi registrado boletim de ocorrência pela diretora da escola na 21ª DP (Bonsucesso), segundo a assessoria da secretaria municipal de Educação. Já a assessoria da Polícia Cívil, informou que até o momento não foi registrado nenhum boletim de ocorrência sobre o assalto aos eletrônicos. No entanto, a assessoria da Polícia Militar, respondeu em nota que de acordo com informações do comandante do 22º BPM (Maré), Ten Cel Andre Luiz Castro, viaturas foram acionadas para um furto que aconteceu na madrugada de quarta-feira. Ao chegar no local, os bandidos já haviam fugido. 

"Ela (Yasmin) não falou nada que não teria aula. Ela sempre chega em casa por volta da 1 da tarde. Quando foi por volta de 1h15, minha esposa entrou em contato com o colégio e soubemos que não teve aula", disse.

O padastro afirma que Yasmin ficou fazendo hora com um grupo de amigas até o início da tarde. Diferente as outras garotas, ela e Francielly resolveram ficar mais um pouco na rua. Foi o último contato delas com as outras meninas.

Leia mais notícias do site O Dia

"Elas marcaram na praça em frente ao colégio e ficaram por lá até meio-dia e meia, 1 hora da tarde. As outras meninas resolveram ir para casa. A Yasmin e Francielly disseram que ficariam mais tempo por lá. Depois disso as duas desapareceram".

Gelson Martins negou que a menina tenha um namorado e afirmou que ela passa bastante tempo nas redes sociais, mas sempre monitorada pela mãe. "O único problema dela é o Facebook, onde ela fica muito tempo. Mas a mãe dela tem a senha e não tem nada de conversa imprópria. A Yasmin tem 11 anos, mas o corpo ainda é de uma criança", diz.

Outra menina desaparecida, Francielly Santos usou o Facebook para fazer um desabafo na última segunda-feira
Reprodução/Facebook
Outra menina desaparecida, Francielly Santos usou o Facebook para fazer um desabafo na última segunda-feira

Menina usa a rede social para fazer um desabafo

Na noite da última segunda-feira, Francielly Santos usou o Facebook para fazer um desabafo. Num post, a menina parece se emocionar com algum problema familiar: "Os seus pais falam para você assim: você é a única filha que eu não queria ter. Mas eles não sabem enquanto eles saem, eu choro e peço a Deus que os abençoem. Isso machuca muito o meu coração. Sou forte por fora, mas por dentro eu choro como um bebê", relatou.

De acordo com a Polícia Civil, parentes e testemunhas já prestaram depoimento e os agentes seguem em diligências na busca de mais informações sobre o paradeiro das vítimas.

Leia tudo sobre: o diajornal o diario de janeirorjdesaparecida

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas