Tendência é que a situação permaneça até a virada do ano, na quarta-feira (31), com chance de pancadas de chuva durante o fim da tarde e o início da noite

Agência Brasil

O forte calor registrado no Rio de Janeiro durante o fim de semana deve continuar nesta segunda-feira (29), prevê o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A máxima esperada para a cidade chega a 37 graus Celsius (ºC), com tempo claro a parcialmente nublado pela manhã e parcialmente nublado à tarde e à noite.

De acordo com a meteorologista do instituto Marlene Leal, a tendência é que a situação permaneça até a virada do ano, na quarta-feira (31), com chance de pancadas de chuva durante o fim da tarde e o início da noite. A nebulosidade deve ser maior no litoral sul do estado, nos arredores de Angra dos Reis.

FOTOS: Calor lota praias pelo Brasil; veja em imagens

A presença de nuvens, no entanto, não deve aliviar o calor: "O tempo continua muito abafado, apesar da nebulosidade. Na faixa dos 37ºC, 38ºC. No sul do estado, pode ocorrer chover hoje e amanhã. Mas, nas outras áreas, fica praticamente sem chuva", disse a meteorologista. O Inmet prevê que o tempo mude só no domingo (4) à noite, com a chegada de uma frente fria ao estado.

Segundo o instituto, a temperatura máxima de domingo (28) foi 40,1ºC, nos bairros de Vila Militar e Realengo, na zona oeste da cidade. De acordo com a meteorologista, como a umidade relativa do ar era 28% no horário da temperatura máxima, a sensação térmica chegou a 42ºC.

O sistema de alerta de chuvas intensas e de deslizamentos em encostas da cidade do Rio de Janeiro – Alerta Rio – também prevê temperaturas altas, que podem chegar a 39ºC.

O calor pode contribuir para pancadas de chuva, segundo a meteorologista do Alerta Rio Juliana Hermsdorff: "Há atuação de uma massa de ar quente, com bastante sol e calor. No fim do dia, com esse calor e a alta da umidade, podem ocorrer pancadas de chuva rápidas, bem típicas do verão".

Segundo o Alerta Rio, a tendência é que a situação não se altere até a noite de Ano-Novo, de 31 de dezembro para 1º de janeiro, quando pode ter a incidência de chuvas rápidas em alguns pontos da cidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.