Rodoviários paralisam transporte público na zona oeste do Rio de Janeiro

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Motoristas e cobradores reclamam de atraso no pagamento; a Rio Ônibus diz ter acionado plano de operações emergenciais

Agência Brasil

Cerca de 200 funcionários da Viação Andorinha, em Bangu, na zona oeste, impediram nesta sexta-feira (3) a saída dos veículos da garagem prejudicando milhares de passageiros que utilizam as linhas de ônibus no deslocamento para o trabalho.

Porto Alegre: Em assembleia, motoristas de ônibus decidem manter greve 

A paralisação dos rodoviários se deve ao atraso do pagamento dos motoristas e cobradores que atuam na linha.

O Rio Ônibus, sindicato que representa as empresas na capital fluminense, informou em nota que "o Consórcio Santa Cruz acionou um plano operacional de emergência para cobrir as linhas atendidas pela Andorinha".

2012: Greve de rodoviários continua em Niterói e outros 4 municípios

O sindicato ressaltou que "as outras empresas do consórcio assumirão essas linhas, para regularizar a operação e não prejudicar os passageiros. A Viação Andorinha vem enfrentando dificuldades financeiras e sofre com a concorrência do transporte alternativo na zona oeste da capital fluminense", ressaltaram os sindicalistas.

A empresa é responsável por 15 linhas que fazem o itinerário entre a zona oeste e subúrbios, além do centro da cidade.

No período da manhã, a melhor opção para os trabalhadores que moram nas regiões impactadas pela paralisação foi usar os trens da Supervia, operadora dos serviços de trens urbanos da região metropolitana, que circulavam com intervalos regulares entre dez e 16 minutos, em todos os ramais.

Leia tudo sobre: rio de janeirorjbangurodoviarios

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas