Protesto no Rio pede libertação de ativistas presos em operação da Polícia Civil

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Os manifestantes seguiram com faixas e cartazes com os dizeres: "Protesto não é crime" e "Libertem os presos políticos"

Agência Brasil

Reprodução/Coletivo Tatu
A passeata seguiu pacífica em direção a Praça Saenz Peña, no centro comercial da Tijuca

O Comitê Popular da Copa promoveu manifestação neste domingo (13) na Praça Afonso Pena, na Tijuca, contra o fim dos despejos e remoções forçadas, a desmilitarização das polícias e a democratização dos meios de comunicação, além da soltura de ativistas presos nesse sábado (12) em uma operação da Polícia Civil e estão com a prisão temporária decretada pelo juíz da 27ª Vara Criminal da Capital.

Leia mais:
OAB e Anistia Internacional criticam prisões de mais de 30 ativistas anti-Copa
Polícia do Rio prende suspeitos de atos violentos em protestos anti-Copa
MP denuncia funcionário da USP preso durante protesto anti-Copa em SP

O representante do Comitê Popular da Copa, Hertz Viana Leal, disse que o protesto é contra os gastos excessivos na construção dos estádios, por maior participação dos movimentos populares em decisões de governo e pelo direito à manifestação.

"Hoje, em especial, estamos nas ruas para pedir a liberdade de pelo menos 19 companheiros que estão presos por se manifestar e ter uma posição mais contundente nas ruas. Uma das bandeiras principais é pela liberdade dos presos [que nós consideramos] presos políticos".

Veja também:
Especial iG: 1 ano das manifestações de junho
Um ano depois, qual o saldo dos protestos de junho de 2013?

Leal disse ainda que o grupo Copa na Rua disse apoia a luta dos manifestantes por uma cidade mais democrática. "Daqui, nós vamos para a Praça Saenz Peña, onde também está havendo uma manifestação que é do pessoal das favelas", disse. "Enquanto houver violência policial não há democracia", concluiu.

Confira imagens de protestos anteriores contra a Copa em São Paulo:

Manifestantes, poucos deles mascarados, durante trajeto os terceiro protesto contra a Copa do Mundo, nesta quinta-feira (13), em São Paulo. Foto: Gabriela Bilo/Futura PressAgência bancária depredada durante protesto na avenida Paulista, nesta quinta-feira (13). Foto: Gabriela Bilo/Futura PressPoliciais bloqueiam avanço da manifestação na avenida Paulista, nesta quinta-feira. Foto: Ana Flávia OliveiraPoliciais em formação na avenida Paulista. Foto: Ana Flávia OliveiraManifestantes fazem cordão em frente a formação da polícia na avenida Paulista. Foto: Ana Flávia OliveiraPoucos manifestantes estavam mascarados durante o protesto desta quinta-feira (13), em São Paulo. Foto: Ana Flávia OliveiraManifestantes durante o protesto na capital paulista (13). Foto: Ana Flávia OliveiraVista aérea do protesto na avenida Paulista, na noite desta quinta-feira (13), em São Paulo. Foto: Marcela LeiteVista aérea do protesto na avenida Paulista, na noite desta quinta-feira (13), em São Paulo. Foto: Marcela LeiteVista aérea do protesto na avenida Paulista, na noite desta quinta-feira (13), em São Paulo. Foto: Marcela LeiteVista aérea do protesto na avenida Paulista, na noite desta quinta-feira (13), em São Paulo. Foto: Marcela LeiteVista aérea do protesto na avenida Paulista, na noite desta quinta-feira (13), em São Paulo. Foto: Marcela LeiteVista aérea do protesto na avenida Paulista, na noite desta quinta-feira (13), em São Paulo. Foto: Marcela LeiteVista aérea do protesto na avenida Paulista, na noite desta quinta-feira (13), em São Paulo. Foto: Marcela LeiteEstação do Metrô fechada na avenida Paulista, nesta quinta-feira (13). Foto: Ana Flávia OliveiraPolicial faz a segurança da estação Trianon/Masp, na avenida Paulista, que foi fechada durante o protesto. Foto: Ana Flávia OliveiraFormação da Polícia Militar durante o protesto na avenida Paulista, nesta quinta-feira. Foto: Ana Flávia OliveiraPelotão da Tropa de Choque faz contenção durante a manifestação na avenida Paulista. Foto: Ana Flávia OliveiraHomem discutiu com manifestantes durante protesto na avenida Paulista e teve que ser retirado por policiais. Foto: Ana Flávia OliveiraSaída de túnel na Rebouças foi fechado para a passagem de manifestantes. Foto: Ana Flávia OliveiraManifestação saiu do Largo da Batata, na zona oeste de São Paulo, e seguiu pela avenida Brigadeiro Faria Lima. Foto: Ana Flávia OliveiraFaixa levada por manifestantes durante o protesto na capital paulista. Foto: Ana Flávia OliveiraManifestação tem como reivindicação melhorias no sistema de transporte. Foto: Ana Flávia OliveiraPoliciais militares sem identificação durante a manifestação em São Paulo. Foto: Ana Flávia OliveiraFormação policial durante a manifestação na zona oeste de São Paulo, nesta quinta-feira. Foto: Ana Flávia OliveiraFormação policial durante a manifestação na zona oeste de São Paulo, nesta quinta-feira. Foto: Ana Flávia OliveiraFormação policial durante a manifestação na zona oeste de São Paulo, nesta quinta-feira. Foto: Ana Flávia OliveiraFormação policial durante a manifestação na zona oeste de São Paulo, nesta quinta-feira. Foto: Ana Flávia OliveiraPoliciais averiguam os documentos de três jovens antes da manifestação. Foto: Ana Flávia OliveiraPoliciais fazem treinamento de contenção. Foto: Ana Flávia Oliveira/ iG São PauloManifestante preparam faixa na concentração do protesto. Foto: Ana Flávia Oliveira/ iG São PauloPoliciais fazem barreira durante concentração de manifestantes no Largo da Batata, zona oeste de São Paulo. Foto: Ana Flávia Oliveira/ iG São PauloJose Freitas, 86 anos, participa da sua quinta manifestação. Ele afirma não ter medo da truculência da PM. Foto: Ana Flávia Oliveira/ iG São PauloConcentração no Largo da Batata, na zona oeste da cidade. Foto: Ana Flávia Oliveira/ iG São PauloPrimeiros manifestantes reunidos no Largo da Batata, na zona oeste de São Paulo. Foto: Ana Flávia Oliveira/ iG São PauloPoliciais se reúnem no Largo da Batata, em Pinheiros, zona oeste de São Paulo. Foto: Ana Flávia Oliveira/ iG São PauloEste é o terceiro protesto contra a realização da Copa do Mundo no Brasil realizado em São Paulo neste ano. Foto: Ana Flávia Oliveira/ iG São PauloSegundo PM, 1.700 policiais foram mobilizados para o protesto. Foto: Ana Flávia Oliveira/ iG São PauloSegundo PM, 50 policiais da 'tropa do braço' acompanham o protesto. Foto: Ana Flávia Oliveira/ iG São Paulo
Leia tudo sobre: iGRJProtestoManifestaçãoRio de JaneiroAnti-Copa

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas